Header Ads

Atleta amazonense da Luta Olímpica recebe Prêmio Brasil Olímpico de 2016


Aos 17 anos, o jovem Felipe Santana já tem muito o que comemorar no esporte. Praticante da Luta Olímpica desde 2011 e destaque dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) como o maior medalhista do esporte na competição nos últimos cinco anos, o amazonense ainda vai orgulhar ainda mais o Amazonas. Isso porque, o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) anunciou na manhã desta sexta-feira, dia 24, que o atleta será o único representante do Estado a receber o Prêmio Brasil Olímpico de 2016, o ‘Oscar do Esporte’, como destaque dos Jogos Escolares, dia 29 de março. O Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), apoia o lutador. 

A premiação ocorre no Rio de Janeiro e vai reunir os melhores atletas brasileiros destaques nas Olimpíadas e nas competições organizadas pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Entre os destaques deste ano, estão o craque Neymar (Futebol), Isaquias Queiroz (Canoagem), Diego Hypolito (Ginástica Artística), Rafaela Silva (Judô) e outras feras do esporte olímpico.

“Recebi a ligação do COB nesta manhã (sexta-feira, dia 24) por ser destaque nos Jogos Escolares nos últimos anos. Ano passado foi meu último ano nos jogos depois de cinco edições. Foram de 2012 a 2016 competindo nos jogos e estou muito feliz, emocionado. É uma honra mesmo”, contou o aluno-atleta da Escola Estadual Dom Milton Corrêa Pereira, da Cidade Nova, Zona Norte.

Trajetória - A história vencedora no JEJ iniciou em 2012. Após entrar para o esporte em 2011, quando deixou o futebol para treinar com o irmão, Felipe passou a se destacar, conseguiu a vaga no maior evento nacional estudantil e hoje se tornou uma das principais promessas na categoria 74 kg, onde possui o bicampeonato brasileiro no 69kg.

“Na primeira edição fiquei com uma prata, e de 2013 a 2016 fiquei em primeiro lugar. De 2012 a 2013 estive na categoria 55kg e de 2014 a 2016 na categoria 69kg. Foram resultados expressivos e que batalhei muito para obter. Com certeza, cada esforço e renúncia valeram”, comentou.

Feliz com o inédito prêmio para a Luta Olímpica amazonense, Felipe não esquece de agradecer os principais responsáveis pelo futuro promissor no esporte.“Desde que entrei na luta olímpica só tenho a agradecer os meus professores Dagoberto Arbolaez e Jorge Laó, o Waldeci Silva e o Helton Henrique, que foram os dois responsáveis por essa evolução no esporte. A maturidade da técnica é essencial para bons resultados”, agradeceu.

Prêmio Brasil Olímpico - O Comitê Olímpico do Brasil (COB) vai premiar 43 modalidades esportivas em 2016. A escolha dos melhores atletas em cada modalidade, assim como os dois atletas que receberão o Troféu Melhor Atleta do Ano, foi realizada por um júri formado por jornalistas, dirigentes, ex-atletas e personalidades do esporte. O evento fará ainda homenagem especial aos atletas medalhistas do Time Brasil no Rio. Nos Jogos Olímpicos Rio 2016 o Time Brasil realizou a sua melhor campanha na história olímpica, quando conquistou 19 medalhas, sendo sete de ouro, seis de prata e seis de bronze.

O Oscar do esporte brasileiro, o Prêmio Brasil Olímpico chega à sua 18ª edição prestando homenagens ainda em outras categorias: Melhor Técnico Individual e Coletivo: Troféu Adhemar Ferreira da Silva; Melhores Atletas nos Jogos Escolares da Juventude. Os medalhistas nos Jogos Olímpicos Rio 2016 também serão homenageados, assim como o revezamento feminino 4x100m do atletismo em Pequim 2008 receberá a medalha de bronze, herdada depois que a equipe russa foi desclassificada a partir da reanálise de exames de controle de doping.

Conheça os vencedores em cada modalidade:

Atletismo: Thiago Braz
Badminton: Ygor Coelho
Basquete: Maybyner Hilário (Nenê)
Boxe: Robson Conceição
Canoagem Slalom: Pedro Gonçalves (Pepê)
Canoagem Velocidade: Isaquias Queiroz
Ciclismo BMX: Priscilla Carnaval
Ciclismo Estrada: Flávia Paparella
Ciclismo Mountain Bike: Raiza Goulão
Ciclismo Pista: Gideoni Monteiro
Desportos na Neve: Jaqueline Mourão
Desportos no Gelo: Isadora Williams
Esgrima: Nathalie Moellhausen
Futebol: Neymar Jr
Ginástica Artística: Diego Hypolito
Ginástica Trampolim: Rafael Andrade
Ginástica Rítmica: Natália Gaudio
Golfe: Adilson da Silva
Handebol: Maik Santos
Hipismo adestramento: João Victor Marcari Oliva
Hipismo CCE: Carlos Parro
Hipismo saltos: Pedro Veniss     
Hóquei sobre grama: Stephane Smith           
Judô: Rafaela Silva
Levantamento de pesos: Fernando Saraiva Reis
Lutas: Aline Silva
Maratona Aquática: Poliana Okimoto
Natação: Etiene Medeiros
Nado Sincronizado: Luisa Borges e Maria Eduarda Miccuci
Pentatlo moderno: Yane Marques
Polo Aquático: Felipe Perrone
Remo: Fernanda Nunes e Vanessa Cozzi
Rugby: Beatriz Futuro
Saltos Ornamentais: Hugo Parisi
Taekwondo: Maicon Andrade
Tênis: Bruno Soares
Tênis de mesa: Hugo Calderano
Tiro com arco: Anne Marcelle dos Santos
Tiro esportivo: Felipe Wu
Triatlo: Manoel Messias
Vela: Martine Grael e Kahena Kunze
Vôlei: Serginho Dutra
Vôlei de praia: Alison Cerutti e Bruno Schmidt

Tecnologia do Blogger.