Header Ads

Seo Services

Atletas iniciantes e experientes sobem ao pódio do Torneio Valeria Junia de Atletismo


A chuva que caiu na manhã deste sábado, dia 25, até que atrapalhou os atletas que disputaram o Torneio Valeria Junia de Atletismo, nas provas de corrida, arremessos, lançamentos e saltos. Mas os mais de 100 competidores, entre iniciantes e experientes, tiveram que colocar a raça e força de vontade para superar cada gota que caia no complexo de atletismo da Villa Olímpica. O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), apoia evento.

Na busca de superar marcas e obter pontos no ranking, os atletas não encontraram facilidades, principalmente nas provas de velocidade. O destaque nas provas dos 800m, 400m e 100m ficou por conta do Clube Fera de Roraima que conquistou quase 10 medalhas. “Não deu para ultrapassar a minha marca, o meu tempo, por conta das condições do climáticas, mas dei o meu melhor. Consegui vencer os 800m, na sexta-feira, e os 400m e 100m neste sábado. Ao todo nossa equipe conquistou nove medalhas”, disse o atleta Deyvisson Deluan, de 20 anos, feliz ao lado da equipe formada por 14 membros.

“Estou muito feliz, principalmente porque tive que correr atrás dos patrocinadores para todos os atletas e conseguimos muitas medalhas. A Força Nacional em Roraima que está alojada na nossa Vila (Olímpica, de Roraima) nos ajudou e isso é uma motivação grande”, contou Deluan, que ao lado do grupo fez questão de prestar continência ao receber a premiação.

Se o tempo atrapalhou a maioria dos atletas, para a pequena Ana Clara, de 14 anos, a chuva foi de bênção. A aluna da escola do 3º Colégio Militar da Polícia Militar (CMPM), Waldocke Fricke de Lyra, no Tarumã, Zona Oeste, conquistou a primeira medalha de ouro no arremesso de peso, justamente na primeira disputa da carreira. “Foi um pouco difícil. Agradeço a Deus por me ajudar a conquistar o primeiro lugar e ao meu professor que sempre me incentiva. É a minha primeira competição e estou muito feliz. Para mim é muito bom obter essa medalha que não foi nada fácil”, contou a atleta.

Recuperada de uma lesão na perna direita, a atleta Tayna Oliveira, de 15 anos, retornou de forma triunfal aos 100 metros rasos. Com a pista molhada, a velocista deixou para trás as sete competidoras e ficou com o ouro, com o tempo de 14s20. “A chuva atrapalhou um pouco, até porque não sou acostumada a correr na chuva. Estou voltando de lesão e agora vou ver com o meu treinador quais as próximas competições que vou participar. Mas estou feliz por mais uma medalha conquistada”, comemorou a aluna do 4º Colégio Militar da Polícia Militar (CMPM), Áurea Pinheiro Braga, na zona leste.

Para a presidente Federação Desportiva de Atletismo do Amazonas (Fedaeam), Marleide Borges, a chuva atrapalhou os atletas experientes, mas consagrou os competidores iniciantes. “A chuva atrapalhou um pouco, mas as escolas com os alunos-atletas novatos tiveram uma boa participação. Teremos um outro torneio no dia 8 de abril para os atletas melhorarem as marcas e índices”, frisou.


Foto: Mauro Neto/Sejel
Tecnologia do Blogger.