Header Ads

Seo Services

PC prende autor de homicídio de motorista de ônibus ocorrido no ano passado

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação do 13º Distrito Integrado de Polícia (DIP), sob o comando do delegado titular da unidade policial, Jander Mafra, cumpriu, na manhã de domingo, dia 19, por volta das 10h, em uma embarcação atracada no Porto da Manaus Moderna, na Avenida Lourenço Braga, Centro da cidade, zona Sul, mandado de prisão por homicídio em nome de André Luiz Cardoso da Silva, 31.
 
O infrator foi apresentado na manhã de hoje, dia 20, durante coletiva de imprensa realizada às 10h, no prédio da Delegacia Geral, zona Centro-Oeste da capital.
 
 De acordo com Jander Mafra, o crime aconteceu no dia 13 de agosto do ano passado, por volta das 23h45, na Rua Hebron, Comunidade Gustavo Nascimento, bairro Cidade de Deus, zona Norte. Na ocasião, André matou o motorista de ônibus Agley Garcia Mesquita com golpes de gargalo de garrafa no pescoço e pedradas na cabeça. Segundo o infrator, o crime aconteceu após Agley se meter em uma briga de André com a companheira dele. A vítima tinha 39 anos. 
 
 “A ordem judicial em nome do infrator foi expedida no dia 27 de setembro de 2016, pela juíza Eline Paixão e Silva Gurgel do Amaral Pinto, da 1ª Vara do Tribunal do Júri. No último domingo recebemos uma denúncia anônima informando que André iria estar no Porto da Manaus Moderna para receber uma encomenda. Ao chegarmos ao local conseguimos localizar o infrator e cumprir o mandado de prisão”, declarou Jander Mafra.
 
Durante a coletiva de imprensa a sobrinha da vítima, Izadora Mesquita, aproveitou para agradecer à polícia o empenho na elucidação do caso.
 “Hoje nossa família consegue se sentir mais confortável com a prisão deste homem. A justiça está sendo feita por meio do trabalho incansável da equipe do 13º DIP, sob o comando do delegado Jander Mafra”, argumentou a mulher. 
 
André foi indiciado por homicídio. Conforme a autoridade policial, o infrator confessou o crime em depoimento. Após os procedimentos cabíveis na unidade policial o homem será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá permanecer à disposição da Justiça.
Tecnologia do Blogger.