Header Ads

Seo Services

Amigos de Tays Reis contam à polícia que ela não participou de briga


 Na semana passada, fio divulgado que um homem identificado como Jonathan Silmar Alves Santos foi esfaqueado após uma briga envolvendo o namorado e amigos da cantora Tays Reis, em Itabuna. O caso foi registrado na segunda-feira (8), no Complexo Policial da cidade.
 
De acordo com o boletim de ocorrência, a confusão aconteceu quando a cantora, os amigos e o namorado cantavam na rua após deixarem o Bar Boteco Gaúcho. Neste momento, Jonathan que mora ao lado do bar, saiu da casa dele, juntamente com a esposa, e foi reclamar do barulho. Houve uma briga, e ele acabou esfaqueado.
 
Neste domingo (14), o site teve acesso aos depoimentos prestados pelos amigos da cantora, além do relato feito pelo gerente do bar na Delegacia de Homicídios de Itabuna, na última quarta-feira (10). 
 
Para polícia, o gerente do bar, Rocenir de Oliveira, contou que Tays e uma amiga, identificada como Emilly Macedo, cantavam em frente ao bar, “nada estarrecedor”, quando Jhonathan, saiu da casa dele, “incomodado e começou a xingar as pessoas do grupo”. 
 
Rocenir detalhou que o homem estava "bastante alterado, como se estivesse alcoolizado". Ele contou ainda que Jhonathan "desceu com uma faca", e depois presenciou “troca de agressões físicas” entre ele e os amigos de Tays. Ele ressalta também que em relação a Felipe, namorado de Tays, ele não viu  "qualquer luta corporal com a vítima, apenas discussão, e Tays já estava no carro ou indo em direção", lembra. Na oportunidade, o gerente afirmou também que acredita que todos os envolvidos estavam bebendo.
 
Os amigos da cantora, Caio Macedo, Emilly Macedo, Geovana Tourinho e Rafael Barros informaram também que a cantora não presenciou a briga. “Assim que Jhonathan ameaçou descer, as mulheres saíram correndo em direção aos veículos, que estavam estacionados umas quatro casas após o bar”, relatou Caio para polícia.
 
Ao site, a assessoria da banda Vingadora reforçou que a cantora Tays Reis e o seu namorado não tiveram participação no ocorrido. “Não restando dúvidas que houve um grande mal entendido na vinculação dos nomes dos integrantes da banda”, diz trecho de nota enviada ao site.
 
Ainda de acordo com a assessoria da banda, o delegado responsável pelo caso, Marlos Macedo, afirmou que “em razão da não participação da cantora, não será necessário o seu depoimento”.

Tecnologia do Blogger.