Header Ads

David Almeida pede revisão da decisão do TCE que bloqueou contas do Governo


Falando da tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), pouco antes de tomar posse como governador interino do Amazonas, o deputado David Almeida (PSD) disse nesta terça-feira (9) que, se permanecesse como parlamentar iria convocar o conselheiro Júlio Pinheiro, do Tribunal de Contas do Estado (TCE), para ele explicar o teor de sua decisão de bloquear recursos do Orçamento estadual, fato que vai impedir o governador de dispor de recursos para ações que sejam de cunho administrativo.

De acordo com David Almeida, a decisão do conselheiro Júlio Pinheiro significa que o novo governo só pode dispor de recursos para pagar a folha de pagamento, a previdência, água, luz e telefone. “Quero crer que ele se equivocou em estender a decisão dele para o próximo governo. Eu estou falando ainda como deputado estadual, presidente desta Casa, a um órgão de controle auxiliar deste Poder Legislativo”, argumentou.

Afirmando ainda ter certeza que o Pleno do TCE vai derrubar “essa decisão equivocada”, o deputado disse não acreditar que a medida tenha sido adotada “para engessar o novo governo”. Mas acrescentou que, se assim foi, não tem medo do desafio. “Não tinha planejado ir para o governo. Mas estou preparado para administrá-lo. Não com essas amarras, de alguém que esteja agindo por controle remoto, agindo como drone para querer inviabilizar o governo”, sustentou.
Tecnologia do Blogger.