PUBLICIDADE

segunda-feira, 22 de maio de 2017

DOMINGO DE CAMPEÕES: 5ª Copa Genar Oliveira consagra atletas e reúne amantes do boxe na Vila Olímpica

Foto: Mauro Neto/Sejel
 Um total de 12 combates estremeceu a Vila Olímpica de Manaus (zona Centro-Oeste) durante todo este domingo, 21, quando ocorreu a 5ª Copa Genar Oliveira de Boxe. Ao todo, cinco categorias - pré-infantil, infantil, cadete, juvenil e elite – fizeram parte do evento realizado pela Federação Amazonense de Boxe (FAB), com apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Abrindo as disputas, Junior Oliveira, 9, enfrentou Paulo Roberto, na categoria pré-infantil, e fez bonito ao vencer o adversário por decisão unânime. O jovem é atleta da Escolinha de Iniciação da Esportiva (EIE), projeto da Sejel, desenvolvido na Vila Olímpica. Com menos de um ano no programa, o boxeador vem colhendo frutos e orgulhando a mãe.

“Eu estou muito feliz, para mim é motivo de muito orgulho ver meu filho mais novo competindo. Junior e mais dois irmãos lutam boxe aqui na escolinha da Vila Olímpica e no começo eu ficava com medo deles se machucarem, mas hoje sou muito grata por eles praticarem esse esporte. Torço por eles, e espero que eles consigam ir mais longe no boxe”, comentou.

Com a responsabilidade de fazer a única luta pelo naipe feminino, pela categoria 57Kg, Andreia Cerdeira e Amanda Oliveira representaram muito bem a classe e fizeram um duelo digno de parar o complexo esportivo. No ringue, quem se deu melhor foi Andrea, 26, que conquistou seu tricampeonato na competição. A lutadora é de Coari e tem a intenção de ganhar cada vez mais espaço no cenário local e nacional, seja através do pugilismo, ou do MMA ( mixed martial arts), modalidade que vem investindo nos últimos tempos.

“Eu luto desde muito nova, comecei no jiu-jitsu, migrei para o boxe e atualmente estou competindo profissionalmente no MMA. Para  mim é sempre bom poder voltar e lutar boxe, sempre que posso estou competindo, até porque hoje em dia o MMA toma muito tempo da minha vida.  A Copa Genar Oliveira é marcante, principalmente porque hoje sou tricampeã, e isso é maravilhoso”, disse Andreia.

Presente na competição, o grande homenageado do dia, Genar Oliveira, afirmou que o Amazonas é um celeiro de atletas que precisam ser vistos com bons olhos. Além disso, ele fez questão de frisar que foi o responsável por iniciar a modalidade no Estado. “O boxe vem crescendo muito aqui, tem muito garoto bom, muitas jovens competindo, e eu estou aqui para ajudar essa garotada a crescer Iniciei o boxe no Amazonas e sou muito feliz por isso, coleciono conquistas e histórias”, afirmou.

Para o presidente da FAB, professor Luís Rocha, o evento superou todas as expectativas e a competição dá o pontapé inicial à temporada de disputas. “O nível melhorou bastante, inclusive a primeira disputa dos atletas pré-infantil que nunca haviam lutado, foi uma ótima luta, o público adorou, então a Federação mais uma vez está de parabéns”, declarou Rocha, que completou dizendo que a próxima missão dos atletas será a seletiva do Brasileiro, marcada para os dias 10 e 11 de junho.

Além das conquistas individuais, as equipes também puderam comemorar vitória. O primeiro lugar ficou a FGT Fight Girl, em segundo a Fiola – CT Sejel e, em terceiro, o CT Vila. Para Cássio Humberto, boxeador e treinador da FGT Fight Girl, o prêmio inédito impulsiona o trabalho.

“Ser campeão na Copa Genar Oliveira, que é uma competição muito importante no estado do Amazonas, muito disputada, é motivo de muita alegria, mostra que todo nosso trabalho valeu a pena”, reconheceu Cássio, que agora está focado em preparar Sandra Ramos, Andreia Cerdeira e Lucas Eduardo para a seletiva do Brasileiro.


Vencedores por categoria

Pré-Infantil
Junior Oliveira (Decisão Unânime)

Infantil  
Vinícius Lemos (Decisão Dividida)
Geovani Martins (Nocaute Técnico)

Juvenil 
André Luís (Decisão Unânime)
Ian Lucas (Nocaute Técnico)

Elite Feminino 
Andreia Cerdeira (Decisão Unanime)

Elite Masculino
Rodrigo Queiroz (Por W.O.)
Diego Barroso (Decisão Unanime)
Wilkeens da Costa (Decisão Unanime)
Aderson Barbosa (Decisão Unanime)
Lucas Silva (Por W.O)                              
Joá Dias (Por Desistência)