Jogos Indígenas reúnem mais de 1 mil na Comunidade do Livramento


A Comunidade Nossa Senhora do Livramento, na zona rural de Manaus, recebeu, neste domingo, 30/4, a sétima edição dos Jogos Interculturais Indígenas. Promovido pela Prefeitura de Manaus, o evento teve a proposta de criar uma grande comemoração e a integração entre os povos.

Os jogos, em alusão ao Dia do Índio (19 de abril), foram assistidos pelo prefeito Arthur Virgílio Neto e a primeira-dama Elisabeth Valeiko. Secretários municipais também prestigiaram as atividades, que se encerraram com medalhas para os campeões.

Emocionado com a recepção, o prefeito aproveitou para anunciar que logo a Comunidade do Livramento estará recebendo uma nova iluminação com a instalação de lâmpadas de LED. Para ele, os jogos indígenas precisam ser conhecidos nacionalmente.

“Aqui nós temos muitas secretarias e pessoas envolvidas, mas temos que fazer um trabalho que envolva um número maior de pessoas e que tenha repercussão nacional efetiva porque a nossa cultura indígena merece ser exaltada no mundo inteiro. Nós procuramos dar o suporte necessário e adequado nas diversas áreas. Entre elas, com as pastas de saúde, educação, assistência social e meio ambiente, mas ainda é preciso mais”, disse Arthur.

Ao som do Hino Nacional na língua Dessana, a abertura dos jogos aconteceu às 9h da manhã, com a participação de mais de mil indígenas divididos nas modalidades de futebol de campo masculino e feminino, vôlei, atletismo, natação, mergulho, cabo de guerra, zarabatana, peconha, lança, e arco e flecha.

‘‘Das 66 etnias que disputam os jogos indígenas, no momento somente 42 estão presentes com mais de mil atletas, mas já há uma grande festa. Portanto, é um dia de exaltação da nossa origem. Quando Pedro Álvares Cabral chegou ao Brasil, encontrou uma cultura muito sólida que é dessas pessoas que hoje se encontram também aqui na Comunidade do Livramento”, disse o prefeito.

Organização
A responsabilidade pelo evento dentro da Prefeitura, foi da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel). "É uma satisfação muito grande para nós estarmos aqui na Comunidade do Livramento. Neste domingo, nós estamos finalizando o mês de abril com esse evento que valoriza e incentiva a prática de esportes tradicionais entre os povos indígenas. O prefeito Arthur em sua gestão tem trabalhado fortemente em prol dessa comunidade tão importante para o Brasil inclusive”, disse o secretário da Semjel, Mário Barros.

Em nome da comunidade e de todos os indígenas, o Cacique Aistélio Martins, coordenador da União dos Povos Indígenas do Livramento dos Rios Tarumã-Mirim e Tarumã-Açu, agradeceu o apoio da Prefeitura pela iniciativa com os jogos e pela futura instalação do LED e falou sobre a importância dos jogos para os indígenas.

"Através do esporte conseguimos unir muitas vezes indígenas que vivem em outras comunidades e mostramos para a sociedade que nós estamos realmente unidos e lutamos pelo bem-estar do nosso povo”, ressaltou o cacique.

As medalhas da competição foram entreguem aos vencedores das várias modalidades pelas mãos do prefeito Arthur Neto e da primeira-dama Elisabeth Valeiko.

Segundo o competidor indígena Joilson da Silva Paulino, 40, que é morador do Parque das Tribos, os jogos são esperados com muita ansiedade pelos indígenas. “É uma oportunidade que nós temos de agregar a participação de todos nossos povos de várias etnias e nos alegrarmos juntos”, disse.

As crianças não ficaram fora da programação e contaram com a apresentação de espetáculos de danças, teatro e brincadeiras. Os índios também apresentaram danças indígenas.

Comunidade do Livramento
A Comunidade Nossa Senhora do Livramento está situada na confluência do Rio Negro com o Igarapé Tarumã, numa área de 11.973 hectares gerida pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas). Localizada a 25 minutos de barco da capital, Livramento é uma das seis comunidades que integram a Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Tupé.

Atualmente, vivem na Comunidade do Livramento cerca de cinco mil pessoas, entre eles, indígenas das etnias Baré e Dessana, além da população cabocla ribeirinha. No local, as principais fontes de renda são o turismo de base comunitária e a agricultura.

A Semmas desenvolve várias ações ao longo do ano para que essas famílias tradicionais das comunidades São João do Tupé, Julião, Livramento, Agrovila, Tatu e Colônia, que fazem parte da Reserva do Tupé, continuem preservando a natureza e tenham condições adequadas de vida.

“A Comunidade do Livramento é a maior comunidade dentro da nossa RDS do Tupé. Aqui nós temos um conselho que se reúne mensalmente para mantermos este ambiente natural preservado e com qualidade de vida para essas famílias que nela vivem. A Prefeitura busca estar sempre integrada às atividades e ações que acontecem na comunidade. Hoje, especialmente, nossa equipe veio contribuir essa festa maravilhosa que é a sétima edição dos Jogos Indígenas”, destacou o secretário da Semmas, Antônio Nelson.


Foto: Altemar Alcântara / Semcom
Comprtilhe no Google Plus

da Redação - Manaus/AM