Header Ads

Seo Services

CRIME ELEITORAL - Prefeito do Careiro doa brindes às mães em reunião de apoio a candidato a governador


O TRE - Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas, precisa urgentemente fazer uma visitinha ao Careiro Castanho, do contrário o município se tornará uma terra sem lei. É que o prefeito Nathan Macena (PROS), juntamente com alguns vereadores, entre eles, o presidente da Câmara Municipal do Careiro, vereador Junior Mello, estão fazendo campanha para um candidato a governador do Amazonas, cometendo crime eleitoral.

Acima da lei

A sensação de estar acima da lei é tão nítida que no dia 15 de julho de 2017, sábado, o prefeito resolveu postar em sua página pessoal no Facebook, fotos de uma reunião onde mostra e confirma a distribuição de diversos brindes e vários ventiladores à população.

Sem exemplo

Nathan Macena, que como autoridade deveria ser o primeiro a defender as leis do país, ainda postou um pequeno texto onde cita os vereadores que, como ele, infringiram a lei eleitoral. Leia o texto: “Estivemos(13) reuniao na Comunidade do Tilheiro janauca, junto com Vice Tay Lira, Ver Junio Melo, Clodomir Gadelha, Ver. Teixeira, Ver Quinho, onde levamos brindes as maes e reafirmamos o compromisso junto as familias!!

O ato praticado pelo prefeito e sua base política é proibida pelo Tribunal Superior Eleitoral que, de acordo com a Lei nº 9,504/97, em campanhas políticas, ninguém pode dar nenhum bem material que possa proporcionar vantagem ao eleitor. Panfletos e santinhos não se enquadram nessa regra.

Camisas adesivadas

No texto, Nathan fala em compromisso com as mães, não se sabe que tipo ou qual compromisso ele se refere, porém o que salta aos olhos são as imagens em que aparecem nitidamente as “praguinhas” (Material de propaganda eleitoral distribuído ao público contendo informações relativas ao candidato), nas camisas do prefeito, vereadores bem com na maioria dos presentes.

Prefeitura de mãos dadas com campanha no Facebook

O prefeito mistura ainda em sua página, trabalhos à frente da prefeitura com campanha eleitoral. Associando assim, a imagem do poder público para beneficiar o candidato de sua preferência.

Segundo a Lei Eleitoral, o candidato que desobedecer a norma pode responder por compra de voto e ser punido com pena de até quatro anos de reclusão, além de perda do registro ou do mandato, caso seja eleito. Pelo jeito, ao invés de ajudar seu candidato, o prefeito está tornando possível, uma cassação do registro da chapa do candidato ao governo do Amazonas. 

Também é pouco provável que a coordenação da campanha do candidato em questão chame o prefeito à responsabilidade, haja visto que o candidato usou sua fan page para compartilhar com o prefeito, imagens de sua visita ao município, dando assim, a entender que tudo foi feito em comum acordo.

Processos

O prefeito do Careiro Castanho tem o hábito de processar os meios de comunicação que o denunciam, sendo assim, tomamos a liberdade de baixar e guardar o cache de sua página no Face, caso o mesmo exclua suas postagens e queira usar o argumento de que nosso portal está mentindo, fazendo montagens ou perseguindo sua administração. Caso a Justiça ou qualquer cidadão deseje, o cachê será disponibilizado.

Qualquer cidadão que tiver conhecimento de uma prática irregular em qualquer lugar do Amazonas pode denunciar à Justiça Eleitoral ou ao Ministério Público Eleitoral.

Nós, do Chefão da Notícia, fizemos nossa parte.












Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.