Governo do Amazonas inicia campanha contra o tráfico de pessoas com programação especial

Com objetivo de contribuir para a erradicação dos crimes de tráfico de pessoas e de exploração de adolescentes para fins sexuais, o Governo do Amazonas por meio da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) realiza a 3ª edição da campanha “Coração Azul contra o Tráfico de Pessoas” de 26 a 30 de julho em Manaus e através de videoconferência e distribuição de material informativo para os outros 61 municípios amazonenses.
 
A Semana Estadual de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas inicia no próximo dia 26 (quarta-feira) às 8h, no Porto Ceasa, zona Sul de Manaus, com uma abordagem educativa junto aos barqueiros, feirantes e frequentadores do local.  “Assim como os aeroportos, rodoviárias e portos fazem parte do processo de concretização desse crime que tem como fim a exploração da pessoa, seja ela, sexual, para trabalho forçado, remoção de órgãos, casamento servil, entre outros. Por isso, é necessário informar a população e alertar sobre essa prática que é invisível, porém, ainda cometida, na maioria dos casos, por aliciadores que sabem abordar e encantar a vítima com promessas de um futuro financeiro melhor”, explica a secretária da Sejusc, Graça Prola.
 
A agenda continua pela parte da tarde com uma programação especial para os taxistas de Manaus. Será um encontro com o tema “Tráfico de Pessoas no Contexto Local”, às 14h, no auditório da Sejusc, na Rua 02, conjunto Celetramazon, bairro Adrianópolis, zona Centro-sul.  “O apoio desses profissionais é imprescindível para impedir que mais vítimas sejam feitas ou mesmo “salvar” quem está envolvido. Em muitos casos, são os taxistas que transportam as vítimas, porém, não sabem que estão sendo usados e/ou que o passageiro está em perigo. Será uma oportunidade de trocarmos ideias e informá-los sobre como identificar o crime e denunciar com segurança, entre outras questões relacionadas ao tema”, diz Prola.
 
Outra ação em massa com os taxistas será quinta-feira, dia 27 de julho, das 15h às 17h em vários pontos de táxi, que vão receber abordagem educativa com panfletagem e distribuição de material informativo sobre o tráfico humano.
 
Prédios iluminados – O lançamento da campanha Coração Azul contra o Tráfico de Pessoas culmina às 17h com a iluminação, na cor azul, de alguns prédios, a maioria públicos, da capital para fortalecer o engajamento à ação e lembrar que existem várias vítimas no mundo inteiro. O Teatro Amazonas, a Câmara Municipal de Manaus, a Assembleia Legislativa do Amazonas, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AM) e o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ/AM) apoiam a campanha e vão ter os prédios iluminados de azul durante a semana do Coração Azul.
 
Interior participará de ação
 
Os outros 61 municípios do Amazonas vão ser incluídos na campanha. A atividade inicia com uma videoconferência, na sexta-feira, dia 28 de julho, das 9h às 11h no Centro de Mídias da Secretaria de Estado De Educação e Qualidade de Ensino (Seduc), na Rua Waldomiro Lustoza, Nº 250, bairro Japiim, zona Sul de Manaus. “Além dessa conversa com representantes do poder público e sociedade civil das cidades do interior, vamos enviar material informativo, principalmente, para as que não possuem Posto Avançado de Atendimento Humanizado ao Migrante. O interior do Amazonas, também, é alvo dos criminosos do tráfico humano, daí a importância de munir de informação aquela população”, enfatiza Graça Prola.
 
No mesmo dia, das 16h às 18h, os guias de turismo de Manaus serão o público-alvo da Roda de Conversa “Tráfico de Pessoas: conceitos, características e legislação”, que acontecerá no auditório do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), na Rua Ramos Ferreira, 199, Centro. “É necessário mantermos uma via de comunicação com esses profissionais porque eles vivenciam o cotidiano do turismo e podem influenciar positivamente para detectar ou mesmo evitar o tráfico de pessoas e à exploração sexual de crianças e adolescentes”, salienta Prola.
 
A programação segue das 22h às 2h da madrugada com o “Viradão contra o Tráfico Humano” junto aos travestis, transexuais e profissionais do sexo que atuam em Manaus. Será uma a abordagem preventiva a esse público que, também, é alvo dos traficantes. “São públicos vulneráveis ao tráfico de pessoas e que precisam de esclarecimento constante sobre as diversas formas como essa prática se apresenta no cotidiano”, explica Prola.
 
Caminhada - O encerramento da Semana ocorrerá no domingo, 30 de julho, das 8h às 10h, com a Caminhada Coração Azul no Complexo Turístico Ponta Negra, zona Oeste de Manaus. A concentração será no calçadão do Anfiteatro a partir das 07h30.  “Todos estão convidados a participar desse ato pela vida para mostrarmos que o Amazonas está contra o tráfico de pessoas e que está atento, tomando providências para diminuir os índices de pessoas traficadas para os mais diversos fins”, finalizou Prola.   
 
Denúncias – O disque 100 é o canal mais acessado para fazer denúncias de tráfico de pessoas. Outros meios são através do Centro Estadual de Referência em Direitos Humanos, pelos telefones (92) 3131-2301/2302, pelo 192 da Polícia Militar e pelo 180 que é o de atendimento a violência contra a mulher. Em todos os meios, o denunciante não precisa se identificar.
 
Para quem está no exterior pode denunciar gratuitamente pelo telefone 900 990 055 (Espanha), 800 800 550 (Portugal) e 800 172 211 (Itália).
Comprtilhe no Google Plus

da Redação - Manaus/AM

0 comentários:

Postar um comentário