Header Ads

Seo Services

Mulher é presa com 160 quilos de drogas avaliados em R$ 700 mil, no Nova Cidade


Policiais civis lotados no Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), com o apoio de integrantes da Secretaria-Executiva-Adjunta de Inteligência (Seai), da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP–AM), deflagraram na tarde de terça-feira, dia 1º de agosto, no bairro Nova Cidade, zona Norte da capital, ação que resultou na prisão, em flagrante, de Kedima Sales do Nascimento, 40, com 160 quilos de substâncias entorpecentes, avaliados em R$ 700 mil.

Na manhã desta quarta-feira, dia 2, a infratora foi apresentada durante coletiva de imprensa realizada às 10h, no prédio da Delegacia Geral, na zona Centro-Oeste da capital. De acordo com a delegada Tamara Albano, diretora-adjunta do Denarc, a prisão de Kedima ocorreu por volta das 17h, na residência onde ela morava, situada na Rua Calcutá, quadra 513 do bairro Nova Cidade.

Conforme Albano, a equipe de investigação do departamento recebeu, há aproximadamente 15 dias, delações feitas ao número (92) 99415-0129, o disque-denúncia do Denarc, informando que um homem, que está sendo investigado pela polícia, estaria guardando uma grande quantidade de drogas e também comercializando o material ilícito naquela região da cidade.

“Ontem nossas equipes montaram campana desde às 7h nas proximidades da residência mencionada na denúncia, mas não tinha ninguém no local. Por volta das 17h, quando Kedima chegou ao imóvel, nós realizamos a abordagem. Ao ser questionada sobre a existência de entorpecentes no local, ela não ofereceu qualquer tipo de resistência e nos indicou um quarto na casa, que era mantido fechado, onde encontramos 160 quilos de entorpecentes, cocaína, pasta base de cocaína e maconha do tipo skunk”, explicou a diretora-adjunta do Denarc.

A delegada informou que no local funcionava um laboratório para produção e embalo de substâncias ilícitas. Ainda no imóvel os policiais civis encontraram duas balanças de precisão, peneiras, liquidificadores, solução de bateria, querosene e bicarbonato de sódio. Albano destacou que as drogas apreendidas seriam distribuídas em pontos de comercialização de entorpecentes em Manaus.

Kedima relatou, em depoimento, que estava morando na residência há um mês e que uma pessoa, que está sendo investigada, teria dado dinheiro a ela para cuidar do imóvel onde foram encontradas as substâncias ilícitas. “Ela disse que conheceu essa pessoa há um mês e recebeu determinada quantia, não informada, para cuidar da casa e não permitir que qualquer pessoa entrasse no quarto onde funcionava o laboratório e estavam guardadas as drogas”, ressaltou Tamara Albano.

Na base do Denarc Kedima foi autuada em flagrante por tráfico de drogas e apetrechos para o tráfico de drogas, crimes previstos nos Artigos 33 e 34 da Lei nº 11.343/06. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial a infratora será levada para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona Sul da capital.
 
 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.