SSP-AM realiza Operação Panair para coibir crimes na área fluvial de Manaus

Foto: William Rezende
 O Sistema de Segurança Pública do Amazonas iniciou, na tarde desta quarta-feira (23), uma grande operação fluvial para coibir crimes na região metropolitana de Manaus. A Operação Panair envolve mais de 100 policiais militares e civis, com uso de lanchas e apoio visual de helicóptero da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).
 
A saída da Operação aconteceu na Delegacia Fluvial, no porto da Manaus Moderna, e contou com a participação do secretário de Segurança Pública do Amazonas, Sérgio Fontes, o delegado-geral da Polícia Civil, Frederico Mendes, e o comandante do Comando de Policiamento Especializado (CPE), tenente coronel Álvaro Cavalcante.
 
Com base em levantamento da Secretaria Executiva-Adjunta de Inteligência da SSP-AM (Seai), o foco da Operação é fazer uma varredura na área fluvial, nas proximidades de Manaus, para coibir crimes como: roubos, tráfico de drogas e furtos, além de prender criminosos.
 
A Operação atende a demanda do aumento de crimes que vem sendo registrado nos últimos anos na região fluvial e orla da cidade. O levantamento da SSP-AM aponta a ocorrência de tráfico de drogas, roubo e furtos na região.  
 
Segundo o secretário de Segurança, Sérgio Fontes, muitos criminosos se utilizam das facilidades de escapar pelos rios para cometer crimes. “Só este ano já são cerca de oito toneladas de drogas apreendidas em Manaus, grande parte na área fluvial, e muitos criminosos se escondem nessa área para continuar cometendo crimes com mais facilidade”, explicou.
  
Além de lanchas e helicóptero, os policiais utilizaram armamentos mais pesados, como fuzis. “As Polícias têm buscado se equipar cada vez mais para que as operações nos rios fiquem constantes e eficientes, pra isso é preciso contar com um aparato que lhes dê segurança e garanta o sucesso nas operações”, afirmou o secretário de Segurança.
 
A Operação conta com a participação de policiais da Companhia de Operações Especiais (COE), Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), Secretaria Executiva-Adjunta de Operações Integradas (Seaop) da SSP-AM, além do apoio do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas e Marinha do Brasil.
 

Comprtilhe no Google Plus

da Redação - Manaus/AM

0 comentários:

Postar um comentário