PUBLICIDADE

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Triplo empate entre LULA, BOLSONARO e MARINA

Mesmo a #PESQUISA365 focada na eleição suplementar no Amazonas, em um dos projetos nós aproveitamos para incluir uma pergunta presidencial. Esta pesquisa foi realizada entre os dias 25 e 28 de julho, com uma amostra de 2.453 entrevistas em Manaus. A margem de erro é de 2,1%, para mais ou para menos, com um grau de confiabilidade de 95%.
 
É bem provável que estes números se percam, pois, a principal preocupação local atualmente é a eleição do governador-tampão, e não poderia ser diferente. Mas, seguimos a nossa missão de contribuir com o processo eleitoral, até porque o pleito presidencial é uma pauta do País e faz parte da agenda nacional.
 
Neste momento, há um triplo empate técnico entre o ex-presidente Lula (PT), com 24,9%, o deputado federal Jair Bolsonaro (em negociação partidária), com 24,3%, e a ex-senadora Marina Silva (Rede), com 21,3%. Os números mostram que o pensamento do eleitor manauara está em sintonia, de certa forma, com a polarização entre Lula e Bolsonaro.
 
Entretanto, é válido se destacar que Marina Silva, que apresenta percentuais bem abaixo em outras pesquisas nacionais, sempre teve um bom desempenho no Amazonas, o que é uma característica regional.
 
Outros nomes como Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), Álvaro Dias (PV), Rodrigo Maia (DEM), João Amoêdo (Novo) totalizam, juntos, apenas 12,6%, quase a metade das outras candidaturas, ou seja, sem a menor expressão eleitoral.
 
Na segunda opção de voto, Marina possui larga vantagem sobre os outros nomes, com 19,2%, o que lhe dá um potencial de votos de 40,5%. Quanto à rejeição, o líder é Lula, com 43,6%. Em, praticamente, 99% dos casos de eleições no Brasil, político que apresenta uma rejeição acima de 40% não se elege. A segunda maior rejeição é de Geraldo Alckmin, com 11%. O tucanato nacional não inspira muita confiança ao eleitor de Manaus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário