Header Ads

Espetáculos comemoram o Dia Nacional do Teatro no Centro de Convivência Magdalena Arce Daou


Alunos do Liceu Claudio Santoro na unidade apresentam os espetáculos “Contadores de Histórias” e “Curumim Curumim”.

Os palcos das grandes encenações que retratam histórias épicas ou do cotidiano são comemorados nacionalmente no dia 19 de Setembro. E para celebrar essa grande data, o Governo do Estado do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, realiza nesta segunda-feira (18), e quarta-feira (20), uma comemoração especial em alusão ao Dia Nacional do Teatro, com os espetáculos Contadores de Histórias, relatando a vida de um grupo de amigos viajantes, e Curumim Curumim, abordando a história no âmbito indígena.

As apresentações, que acontecem no Centro Estadual de Convivência da Família Magdalena Arce Daou, ficam a cargo dos alunos do Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro na unidade. Ambas terão duas sessões em seus respectivos dias: Contadores de Histórias será apresentada na segunda-feira (18), nos horários de 09h e 15h. Já Curumim Curumim será apresentado na quarta-feira (20), nos horários de 16h e 19h.

De acordo com a gerente cultural do Centro de Convivência, Arylanne Batista, esse foi o primeiro ano em que dois espetáculos teatrais se intercalam nas apresentações em comemoração ao Dia do Teatro. “Essa é realmente a primeira vez que conseguimos unir esses espetáculos e, dessa forma, poder estar mostrando ao público o resultado de um trabalho em grupo realizado pelos alunos e professores aqui do Centro” relata.

Montagens – Os espetáculos abordam histórias totalmente diferentes. Contadores de Histórias relata a vida de um grupo de amigos viajantes que vão de cidade em cidade, de um lugar a outro, coletando e compartilhando as mais diversas histórias. O processo dessa apresentação se deu pela prática vivenciada do professor Elton Negreiros, despertando nos alunos o interesse por essa metodologia teatral. A encenação será executada por treze alunos com a faixa etária de 13 a 17 anos.

Explorando e destacando a história indígena, a montagem Curumim Curumim conta a história de uma criança indígena pertencente à etnia Aruaque que após o seu desaparecimento, conviverá com várias lendas do imaginário amazônico, como o curupira, a cobra grande e outros. O texto da peça é uma adaptação do professor Francisco Carlos com direção geral do professor Elizeu Melo com a turma de Iniciação Teatral a partir de 18 anos.

Segundo a aluna Elisangela Pinheiro (44), que faz um dos papéis principais da peça Curumim Curumim, participar dessas peças teatrais é uma terapia gratificante. “Me sinto muito grata em estar participando desse espetáculo. Nunca imaginei que na minha idade eu poderia fazer papéis tão importantes nessas montagens”, conclui.

O Centro de Convivência – Inaugurado em dezembro de 2011, o Centro Estadual de Convivência da Família Magdalena Arce Daou tem como principal objetivo oferecer ao público um entretenimento com qualidade e, por conseguinte, criar um relacionamento saudável entre a comunidade.

Possuindo um acervo composto por obras de literatura popular contemporânea, brasileira, clássicos internacionais, livros didáticos, técnicos e paradidáticos, o Centro oferece cursos como dança, teatro, balé, música e violão, com idades diversificadas de acordo com o regimento de cada curso.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.