Joesley chorou quando viu cela a sua espera na PF


'Nós não vai ser preso (sic)'. A declaração é do dono da JBS, Joesley Batista, em diálogo com Ricard Saud em um dos áudios entregues à Procuradoria-Geral da República. No entanto, o executivo estava enganado. Joesley e Saud foram presos neste domingo (10) após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin entender que ambos violaram termos do acordo de delação premiada.
De acordo com a coluna Estadão, do jornal O Estado de S. Paulo, Batista chorou no momento em que os agentes abriram a cela da carceragem da superintendência da Polícia Federal em São Paulo.
Batista e Saud decidiram se entregar voluntariamente após a decisão do ministro. Os dois executivos da JBS devem ser transferidos para Brasília na segunda-feira (11) em aeronave da Polícia Federal.
Foto: Leonardo Benassatto/Reuters
Comprtilhe no Google Plus

da Redação - Manaus/AM

0 comentários:

Postar um comentário