Polícia Civil prende 40 pessoas por crimes distintos durante operação em Manaus


A Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado-geral da instituição, Frederico Mendes; delegado-geral adjunto, Ivo Martins, e  diretor do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), delegado Geraldo Eloi, divulgou na manhã desta sexta-feira, dia 15, durante coletiva de imprensa realizada às 10h, no prédio da Delegacia Geral, o balanço de ação policial iniciada na última quarta-feira, dia 13, e concluída na manhã desta sexta-feira, dia 15, em todas as zonas da capital, resultando nas prisões de 40 pessoas envolvidas em crimes distintos, como latrocínio, homicídio, tráfico de drogas, associação para o tráfico e roubo.

A coletiva de imprensa contou com a presença do secretário de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), Carlos Alberto Andrade. De acordo com o diretor do DPM, a ação teve por objetivo cumprir 30 mandados de prisão e 30 mandados de busca e apreensão. Os trabalhos contaram com efetivo de 132 policiais civis, lotados nas seis Seccionais de Manaus, nos 30 Distritos Integrados de Polícia (DIPs) da capital e Delegacia Especializada em Capturas e Polinter (DECP).

No total, desde a última quarta-feira até a manhã de hoje, foram cumpridos 26 mandados de prisão, por crimes distintos, como latrocínio, homicídio, roubo, tráfico de drogas, estupro de vulnerável, estupro e violência doméstica. Durante a ação foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão, que resultaram nas prisões de 12 pessoas em flagrante, por diferentes delitos, como tráfico de drogas, roubo majorado e porte ilegal de arma de fogo. Ainda ao longo da operação foram cumpridos dois mandados de prisão por conversão da pena restritiva de direito em pena privativa de liberdade, em nome de dois foragidos da Justiça.

“Demandamos essa ação para a Polícia Civil. Então, o delegado-geral e o delegado-geral adjunto, junto com suas equipes, foram pra campo e selecionaram os mandados daquelas pessoas que tinham mandados decretados. A Polícia Civil passou a fazer as investigações para localização e prender essas pessoas. Foram selecionados cerca de 60 mandados, dos mais variados tipos de crime, sendo que, aqueles de maior gravidade, resultaram nas prisões de 40 pessoas”, declarou o secretário da SSP-AM, Carlos Alberto Andrade.

O delegado-geral falou sobre a necessidade da instituição em realizar ações policiais desse tipo. “Essa operação é uma necessidade da população e nós entendemos também que a Polícia Civil tem bastante levantamento sobre questões operacionais e, como tal, nós estamos buscando cumprir essas prisões junto às Seccionais e DIPs. Hoje estamos apresentando 26 pessoas, presas em cumprimento a mandados, além de 12 pessoas presas em flagrante e dois foragidos da Justiça”, pontuou Frederico Mendes.

Ivo Martins discorreu sobre a importância de tirar de circulação essas pessoas. “Deflagramos uma ação muito importante porque esses indivíduos são considerados de periculosidade elevada, por conta dos crimes que cometeram. Com essas 40 prisões iremos conseguir passar um pouco mais de tranquilidade para a população”, ressaltou o delegado-geral adjunto.

Geraldo Eloi enfatizou, ainda, o intuito da ação policial. “A Polícia Civil realiza esse tipo de ação de forma rotineira, sempre mobilizando todas as unidades policiais da capital. Coletamos mandados de prisão, inclusive com a DECP, e distribuímos os trabalhos. As equipes saíram nas ruas para dar cumprimento aos mandados de prisão e de busca e apreensão selecionados. A operação desta semana teve resultado bastante exitoso, tirando de circulação 40 presos e, certamente, trazendo um pouco mais de tranquilidade para todos”, declarou.

Prisões de destaque

Ao longo das diligências policiais civis lotados no 8º DIP prenderam, em cumprimento a mandado de prisão, Adenilson Ananias de Souza. Conforme o titular do 8º DIP, delegado Demetrius Queiroz, Adenilson foi condenado a 61 anos no estado do Pará pelos crimes de latrocínio, dois roubos majorados, um roubo e porte ilegal de arma de fogo.

A equipe de investigação do 18º DIP prendeu, em cumprimento de mandado de prisão preventiva, Wendel da Conceição Freitas. Conforme o diretor do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), delegado Guilherme Torres, Wendel está sendo investigado por possível participação em associação criminosa.

Em cumprimento a mandado de busca e apreensão, policiais civis lotados no 4º DIP prenderam, em flagrante por tráfico de drogas, Manoel Orange do Nascimento, que já responde a processo por homicídio e tráfico de drogas. De acordo com delegado Pablo Geovanni, titular da 3ª Seccional Leste, o infrator é conhecido como um dos líderes do tráfico de drogas na zona Leste.

Israel Marque Coelho foi preso pela equipe do 17º DIP em cumprimento a mandado de prisão pelo crime de homicídio. A equipe do 14º DIP prendeu em flagrante, por tráfico de drogas, Igor das Chagas. Durante consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp) foi constatado que havia um mandado de prisão em aberto, em nome de Igor.

Após os procedimentos legais, os 24 homens presos em cumprimento a mandados de prisão serão encaminhados ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM). Duas mulheres presas em cumprimento a mandados de prisão serão conduzidas ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF).  Os dois foragidos recapturados também irão para o CDPM. Já os 12 presos em flagrante serão levados para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona Sul da cidade.
Comprtilhe no Google Plus

da Redação - Manaus/AM

0 comentários:

Postar um comentário