Quadrilha roubava condomínios de luxo em Manaus vestidos de ninja


Kevin de Andrade Filgueiras, 22, Raimundo Pereira da Silva, 39, Wagner Quadros, 32, e Geanderson Fernandes Ribeiro, 26, foram presos por associação criminosa e roubo majorado, em cumprimento a mandados de prisão preventiva. As ordens judiciais em nome dos suspeitos foram expedidas no dia 15 de agosto, pela juíza Andrea Jane Silva de Medeiros, da 5ª Vara Criminal.

A quadrilha é especializada em invadir e assaltar condomínios de luxo da cidade de Manaus e eram chamados de “Ninjas”, uma vez que chegavam nas residências todos vestidos de preto, usando balaclavas e luvas pretas. O grupo foi apresentado nesta segunda-feira (4), durante coletiva na Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd).

Segundo o delegado titular da Derfd, Adriano Félix, os últimos ataques da quadrilha aconteceram em quatro condomínios de luxo. O delegado informou que o bando só agia de madrugada, entre 2h e 4h, e levavam sempre um veículo das vítimas.

O primeiro crime aconteceu no dia 25 de março deste ano, em uma residência no condomínio no bairro Ponta Negra, zona Oeste. No dia 24 de maio, o grupo roubou uma casa no condomínio na avenida Mário Ypiranga Monteiro, bairro Adrianópolis, zona Centro-Sul. O terceiro roubo foi no dia 20 de julho de 2017, em um condomínio no bairro Tarumã, zona Oeste. Já o último crime ocorreu no dia 23 de julho, em um condomínio situado na Torquato Tapajós, bairro Colônia Terra Nova, zona Norte.

No último ataque, segundo o delegado, além de um dos carros, os suspeitos fizeram refém uma das filhas do dono da casa assaltada, abandonando a jovem no bairro da Glória, zona Oeste.

As prisões de Kevin e Wagner foram realizadas na sexta-feira (1º), na avenida Brasil, bairro Compensa, zona Oeste. Na tarde de sexta-feira, as equipes da Derfd prenderam Raimundo no Beco das Flores, também no bairro Compensa. Já Geanderson foi detido na noite de domingo (3), por volta das 23h, em via pública no bairro Vila da Prata, zona Oeste.

Durante as prisões, a polícia fez revista e a apreensão de duas espingardas, três notebooks, um tablet, dois celulares, duas guitarras, relógios e joias das vítimas, além de uma quantia em dinheiro. Os líderes da são Kevin e um homem identificado como Diego da Silva Barbosa, que foi encontrado morto no dia 4 de agosto deste ano, em um ramal da rodovia Manoel Urbano, em Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus).

Kevin e Diego ficavam com a maior parte do fruto dos roubos. Durante as investigações, a polícia descobriu que Diego, antes de morrer, comprou uma casa, na zona Norte, e um veículo New Beetle, de cor vermelha, que foi apreendido durante a ação.

Em consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), foi verificado que Kevin tem duas passagens pela polícia por furto. Após os procedimentos na especializada, Kevin, Raimundo, Wagner e Geanderson serão conduzidos ao Centro de Detenção Provisório Masculino (CDPM), que fica no KM 8 da BR-174 (Manaus-Boa Vista).
Comprtilhe no Google Plus

da Redação - Manaus/AM

0 comentários:

Postar um comentário