Header Ads

ADS registra aumento de quase 50% no número de produtores beneficiados em projetos


O número de produtores rurais beneficiados com projetos e programas da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS) aumentou em 46%, em um ano. De setembro de 2016 para setembro de 2017, o número de produtores pulou de 37 mil para 54 mil empreendedores rurais que participam das Feiras de Produtos Regionais, do Programa de Regionalização da Merenda Escolar (Preme), Programa de Regionalização de Móveis Escolares (Promove) e do Balcão de Agronegócios.

“Com o apoio da nossa equipe, milhares de produtores saíram da condição de trabalhadores rurais para o status de empreendedores. Ao invés de pedirem emprego, eles criam postos de trabalho e contribuem diretamente com a economia dos locais onde atuam seja na capital e interior do Estado”, destacou o presidente da ADS, Lissandro Breval.

Ele explicou que o faturamento das feiras regionais saiu de R$ 480 mil para R$ 2 milhões ao ano com a inauguração de 22 feiras na capital e interior do Estado, sendo oito novas feiras na capital e 18 implantadas no interior do Estado, com um aumento de 316% no faturamento das feiras.

O Preme aumentou em 37% seu faturamento junto aos produtores rurais, saindo de R$ 27 milhões para R$ 37 milhões, em um ano, com 15 mil agricultores beneficiados. O Polo Moveleiro, também, apresentou melhoria significativa no faturamento saindo de R$ 2,9 milhões para R$ 3,4 milhões em 12 meses.

Balcão
O Balcão de Agronegócios da Agência de Desenvolvimento Sustentável auxiliou os produtores locais a comercializar mais de R$ 1,3 milhão em produtos para mercados, restaurantes e estabelecimentos comerciais, nos últimos três meses. Foram mais de 20 mil produtores que foram beneficiados com o projeto.

Nesse período, foram comercializados 260 mil quilos de produtos, gerando um montante de R$ 1.308.528,50 em produtos vendidos e beneficiando cerca de 500 famílias de produtores rurais de sete municípios diferentes, como: Manaus, Manacapuru, Iranduba, Itacoatiara, Presidente Figueiredo, Careiro da Várzea e Rio Preto da Eva.

Entre os principais produtos comercializados no período de junho a agosto estão o abacaxi, a abóbora cabotiá, abobrinha, açaí, banana thap maeo, carne bovina, coco, couve, laranja, limão, melancia, tangerina, polpa de maracujá, tambaqui, matrinxã, pirarucu em filé e pirarucu em manta, que mereceram destaques nas vendas.

Lissandro Breval, presidente da ADS, informou que a principal missão dos técnicos do Balcão de Agronegóciosé aproximar os produtores rurais das empresas e estabelecimentos comerciais, mantendo, contudo, um preço justo para os dois lados e garantindo que os produtos cheguem à mesa do consumidor com qualidade e com os processos de fiscalização em dia. "Todos estão muito satisfeitos com o projeto", afirmou Breval.



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.