Header Ads

Seo Services

Auditor fiscal condenado pelo STJ pode ser homem de confiança de Amazonino


O nome do auditor fiscal e atual presidente do Sindicato dos funcionários Fiscal do Amazonas (Sindifisco-Am), José Ricardo Castro, pode ser o homem de confiança do governador Amazonino Medes. A notícia causou rebuliço na autarquia, uma vez que Castro foi condenado pelo Superior Tribunal de Justiça, a devolver R$ 81 milhões ao governo do Amazonas.

O auditor fiscal se envolveu e um acordo espúrio, em meados de 1995, com a Semp Toshiba, numa dívida em impostos da empresa que superava R$ 21 milhões.

Ricardo Castro teria acertado diminuir a dívida para R$ 13 milhões, sem que o acordo passasse pelo crivo da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). Parte do acerto de redução da dívida ao estado teria ficado com o auditor e outros ficais.

Na época, o deputado Eron Bezerra (PC do B) e o senador Jefferson Péres perceberam a manobra e o prejuízo que o acerto causara aos cofres públicos e moveram ação contra o auditor.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.