Header Ads

Seo Services

Brasil para em goleiro da Bolívia e empata em 0 a 0 na altitude de La Paz


 Jogo em Laz Paz. Altitude. Brasil x Bolívia. Cadê o ar? Cadê o ar? Respira! Respira! Brasil vai ganhar. Em Tite, nós confiamos. Neymar voa. Voa? Quem voa é Lampe. Quem é Lampe? Lampe é o goleiro da Bolívia, que fez a atuação da sua vida e garantiu o empate em 0 a 0 nesta quinta-feira pela penúltima rodada da Eliminatória para a Copa do Mundo de 2018 na Rússia. Sem novidades. Brasil já tá lá, Bolívia já tá fora.
 
Dentro estava Marcelo Moreno. Antes do jogo, virou brasileiro. Lembram dele? Jogou no Grêmio, Cruzeiro, Flamengo. O centroavante boliviano se envolveu entre os craques brasileiros e posou até para foto. Será que pediu para aliviar? Hora de testar o fôlego. Prepare o balão de oxigênio.
 
Lampe. Já tinha ouvido falar? Nem eu. Só no primeiro tempo, salvou cinco vezes. Aos 23, Neymar na cara do gol: Lampe! Aos 32, Neymar na cara do gol: Lampe! Aos 38, Gabriel Jesus na cara do gol: defesa de Lampe! Aos 42, Neymar na cara de Lampe, é travado pelo goleiro, mas passa. Porém, Valverde salva em cima da linha. Duas vezes. Aos 45, Daniel Alves de longe: e deu Lampe! Nesse momento, entre uma tomada de ar e outra, Neymar pensa: mas que goleiro é esse?
 
Mal se deu Thiago Silva. Novidade no time titular, resistiu 28 minutos. Lesão na coxa esquerda. Foi para o gelo. Entrou Marquinhos, o titular. Thiago viu do banco Bejarano mandar um balaço no travessão. Alisson, o bonitão, só observou. Não dava pra ele. Intervalo.
 
Na volta, nem deu tempo. Paulinho cabeceou e... Lampe! Deus é brasileiro? Que nada! Deus estava no céu da Bolívia, pegando tudo. A defesa, que jogou a bola para a trave, esfriou um pouco o jogo. Parece que os brasileiros se conformaram que não conseguiriam furar o paredão boliviano. Será? Aos 37, Neymar colocou a bola na cabeça de Jesus. E o que aconteceu? Não vou dizer. Você já sabe. Ele pegou. Afff!
 
Os técnicos mexeram, tentaram, pensaram, estudaram, orientaram, os jogadores se movimentaram, Neymar tentou uma coisa ou outra, Raúl Castro entrou na Bolívia, depois Álvarez, William entrou no Brasil, saiu Coutinho... Você cochilou, eu ameacei. Aquele ar sem densidade, aquela altitude, começou a pesar. Valverde tomou o primeiro cartão amarelo, após falta em Neymar. Valverde? Val do verde? Valdivia? Ah, esquece, esse escriba já está confuso, falta ar, e está misturando as bolas. Afinal, jogo contra o Chile é só na terça, e Valdivia, aquele, nem convocado está.
 
A Bolívia, que já entrou eliminada, fez um jogo decente, viu seu goleiro ser herói e se despediu de maneira digna de casa na Eliminatória. O Brasil consegue um empate bom, que mantém Tite invicto na competição e chega aos 38 pontos como líder absoluto, a defesa novamente funcionou, Alisson pouco trabalhou, o meio de campo está praticamente consolidado, Neymar é nosso craque, Jesus pode salvar (sem trocadilhos), e que venha o Chile no Allianz Parque na terça. Ou melhor, que venha a Rússia. Porque 2018 é logo ali. Ufa!
 
 
FICHA TÉCNICA
BOLÍVIA 0 X 0 BRASIL
Local: Hernande Siles, La Paz (BOL)
Data: 5/10/2017 -
Árbitro: Fernando Rapallini (ARG)
Auxiliares: Diego Bonfá e Gabriel Chade (ARG)
Cartões amarelos: Valverde (BOL)
Cartões vermelhos: -
Gols:
 
 
BOLÍVIA: Lampe, Valverde, Raldés, Gutiérrez; Bejarano, Justiniano (Raúl Castro, no intervalo), Machado, Fierro (Álvarez, aos 12'/12ºT) e Morales; Arce (Saucedo, aos 32'/2ºT) e Marcelo Moreno. Técnico: Mauricio Soria
 
 
BRASIL: Alisson, Daniel Alves, Thiago Silva (Marquinhos, 28'/1ªT), Miranda e Alex Sandro; Casemiro, Phillipe Coutinho (William, 20'/2ºT), Paulinho (Fernandinho, aos 37'/2ºT), Renato Augusto e Neymar; Gabriel Jesus. Técnico: Tite

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.