Header Ads

Com medo de perder a eleição, presidente do Sindicato dos Jornalistas veta chapa de oposição


Desgastado com a categoria, o presidente do Sindicato dos Jornalistas, Wilson Reis, indeferiu hoje a chapa de oposição que pretendia concorrer na eleição do dia 22 de novembro, encabeçada pelo blogueiro e repórter fotográfico Marcell Motta. Este já anunciou que vai à Justiça para garantir o seu direito de disputar o pleito.

Reis está em seu segundo mandato e concorreu sempre em chapa única. Sua gestão, entretanto, é muito criticada pela categoria, por ter se afastado da defesa de mercado e mesmo não ter conquistado uma situação salarial melhor. O piso salarial pago pelas empresas de comunicação está abaixo do salário mínimo praticado no país, a pior situação dos jornalistas em todos os tempos.

A oposição acusa Reis de ter deixado o Sindicato perder força e importância no cenário trabalhista do Estado.

O presidente alega que a maioria da chapa oposicionista é formada por jornalistas que não estão em dia com o Sindicato, mas fez todo tipo de promoção para colegas que estavam na mesma situação e participam da chapa de situação, encabeçada pela atual vice-presidente da entidade, Auxiliadora Tupinambá.

Reis também se negou entregar a lista dos sindicalizados à chapa de oposição, bem como a informar quem está em dia com o Sindicato.

Informações extra-oficiais dão conta de que, dos mais de mil jornalistas sindicalizados, menos de 10% estão em dia com as anuidades. Isso porque o Sindicato não oferece nenhum benefício, nem defende a categoria.

“Vamos reagir. O presidente está tentando a todo custo fazer o que as últimas gestões fizeram, ou seja, deixar apenas uma chapa concorrendo. Ele sabe que, no voto, vai perder de lavada. Quer ganhar no tapetão. Por que não faz as mesmas concessões aos membros de nossa chapa?”, diz Mota.



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.