Header Ads

Inter decepciona torcida e perde de 1 a 0 para Ceará no Beira-Rio

Foto: Guilherme Testa
Os mais de 38 mil torcedores que foram ao Beira-Rio na tarde deste sábado saíram decepcionados. Não apenas pela derrota de 1 a 0 do Inter para o Ceará com o gol de Elton, mas também pela atuação do time.

Sem Leandro Damião, Guto Ferreira optou por escalar Roberson no comando do ataque e a equipe não funcionou. Não apenas Roberson, mas todo o sistema ofensivo naufragou diante da bem armada defesa de Ceará. A equipe só criou chances após as entradas de Nico López e Camilo depois do gol dos visitantes, mas aí foi a vez do goleiro Everson brilhar e garantir o 1 a 0.

Com a derrota, o Inter para nos 61 pontos e agora tem apenas três de vantagem para o vice-líder, que é justamente o Ceará. O Colorado volta a campo na próxima sexta-feira, às 19h15min, novamente no Beira-Rio para enfrentar o CRB.

Primeiro tempo de pouco futebol
Diante do Ceará, o Inter voltou a viver o cenário do começo da Série B. Enfrentando um adversário fechado, o time de Guto Ferreira teve a bola ao longo do primeiro tempo, mas sofreu com a falta de espaços para criar.

Sem Leandro Damião, Roberson foi o escolhido para jogar no comando do ataque. Talvez pela falta do seu titular, Guto posicionou os atacantes de lado mais próximos de Roberson. Ao longo do primeiro tempo, William Pottker e Sasha se revezaram na aproximação do centroavante, mas a medida não deu resultado.

O Inter foi ter sua primeira finalização no jogo apenas aos 23 minutos, quando Edenilson pegou rebote na entrada da área e chutou uma bola que passou longe do gol de Everson. Antes disso, o Ceará tinha chegado em falta lateral que Pio bateu direto e quase enganou Danilo Fernandes e em chute de Pedro Ken, também de longe, que passou perto.

Se estava difícil encontrar espaços na defesa do Ceará, uma boa chance para o Inter apareceu na bola parara aos 35, quando Roberson foi derrubado na entrada da área por Rafael Pereira. D’Alessandro bateu até sem força, mas deu trabalho para Everson, que bateu roupa. A sorte do Ceará foi que nenhum jogador colorado apareceu para conferir o rebote no que foi a única chance de gol do Inter na primeira etapa.

Ceará envolve defesa do Inter e abre o placar
Mesmo com a atuação fraca no primeiro tempo, Guto Ferreira optou por manter o mesmo time para o segundo tempo, que começou com o Ceará levando perigo. Logo aos 25 segundos, Ricardinho ficou com a bola após jogada de Lima e chutou da entrada da área. O gol dos visitantes não saiu por conta da grande defesa de Danilo Fernandes.

O Inter quase marcou logo depois em mais uma bola parada de D’Alessandro. Dessa vez, o argentino bateu a falta e Pottker cabeceou para defesa de Everson. O goleiro do Ceará ainda deu o rebote para Charles, que finalizou para fora, mas o lance já estava parado por impedimento.

A situação do Inter, que já era ruim na partida ficou pior aos 15 minutos, quando Lima dominou na área, tirou Danilo Silva da jogada e, quando Cuesta tentou chegar na cobertura, rolou para Elton. O centroavante só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes para abrir o placar no Beira-Rio, 1 a 0.

Inter melhora com mudanças, mas para em Everson
Logo após o gol, Guto Ferreira chamou Nico López e Camilo. O meia entrou no lugar de Charles, que já tinha amarelo, enquanto Roberson foi o escolhido para sair para a entrada do uruguaio. As mudanças surtiram efeito. E Inter criou em cinco minutos o que não tinha criado no resto do jogo. O gol só não saiu porque Everson estava inspirado.

A primeira oportunidade foi de Nico López aos 23 minutos. Em seu primeiro toque na bola, o uruguaio recebeu dentro da área e soltou a bomba. Everson, com o braço direito, conseguiu fazer o milagre para impedir o gol colorado. Na sequência, o goleiro do Ceará ainda defendeu chute de Uendel.

Aos 26, Camilo arriscou de fora da área e pegou com muita força na bola. Everson fez a defesa, mas deu rebote. A bola sobrou para Pottker, mas caiu no pé direito do atacante, que chutou para fora.

Guto Ferreira não esperou muito para fazer a terceira mudança e aos 28 já chamou Carlos para o lugar de Sasha.

O Inter seguiu pressionando, mas o dia não era mesmo dos atacantes colorados. Com o Ceará bem posicionado na defesa, o time abusou dos cruzamentos para tentar chegar ao empate. Aos 40, a bola de Pottker atravessou a área, mas Nico, de cabeça, e Carlos, de carrinho, não conseguiram o desvio para marcar o gol colorado.

Nem mesmo os cinco minutos de acréscimo dados pelo árbitro Wagner do Nascimento foram suficientes para o Inter chegar pelo menos ao empate. O apito final veio com a vitória de 1 a 0 do Ceará, que assume a vice-liderança da Série B e fica apenas três pontos do Colorado.



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.