Header Ads

Seo Services

Médica alerta sobre os fatores de risco e dá dicas de como se prevenir contra o CA


Outubro rosa é o mês de prevenção e combate ao câncer de mama. A doença é uma patologia que pode ser diagnosticada precocemente, e com isso ter mais chances de ser tratada. Diminuindo assim a possibilidade de tratamentos como a quimioterapia ou a mastectomia; que é o procedimento mais doloroso no tratamento ao câncer.

Uma pesquisa vem preocupando o poder público com o crescente número de mulheres cada vez mais jovens sendo diagnosticado com o câncer de mama. Mulheres entre 24 a 34 anos estão fazendo parte de uma estatística que antes pertencia às mulheres com idades mais avançadas. Isto é! O autoexame da mama deve ser realizado em quem tem menos de 40 anos. A Dra Marcela Oliveira é ginecologista e fala sobre prevenção e os sintomas do câncer de mama.

“ Independente de idade todas as mulheres em período fértil precisam estar atentas ao menor sinal da doença e aos principais fatores de risco como: Casos de câncer de mama na família, principalmente, mãe e irmã; Obesidade; consumo de álcool; fumo; alto consumo de carne vermelha e mamas densas; exposição à radiação na região do peito antes dos 40 anos; superexposição hormonal; geralmente utilizadas em tratamento de fertilidade, miomas, menopausa tardia depois dos 55 anos etc.

O câncer de mama pode ser prevenido quando diagnosticado o mais cedo possível. Para isto recomenda-se que as mulheres conheçam seu corpo desde que apresentem o crescimento das mamas na adolescência. O auto-exame das mamas, hoje em dia, deve ser chamado de autocuidado e devem ser feitas pelo menos duas vezes ao mês. A mamografia deve ser realizada a partir dos 40 anos de idade. Vale salientar que a amamentação é um protetor da doença. Uma boa alimentação e atividade física também podem reduzir em até 28% a possibilidade de a mulher desenvolver o câncer de mama”. Informou a especialista.

Quanto aos sintomas a Dra esclarece “Apesar de o câncer ser uma doença, na maioria das vezes, com desenvolvimento silencioso, algumas mulheres sentem mudanças no corpo. Os sintomas incluem nódulo na mama, secreção com sangue pelo mamilo e alterações na forma ou na textura do mamilo ou da mama. O tratamento depende da fase do tumor. Pode incluir quimioterapia, radioterapia e cirurgia”.

O câncer envolve, na maioria dos casos, cirurgia e radioterapia. Em 70% dos casos, também são feitos tratamentos anti-hormonais. Esses procedimentos se tornam mais complicados conforme o estágio do tumor. Quando está avançando e é agressivo, ou quando a mulher não faz acompanhamento, a taxa de cura cai para 50%, 40%.

É consenso entre especialistas e mulheres curadas que a doença não deve ser encarada como um bicho de sete cabeças. Em 19 de outubro, é comemorado o Dia Internacional contra o Câncer de Mama, que, mais uma vez, lembra a todas de cuidar da própria saúde. O que muita gente também deve saber é que assim como as mulheres, os homens também estão sujeitos a terem desenvolverem o câncer de mama.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.