Header Ads

Seo Services

Skatistas ganham nova pista fruto da parceria entre prefeitura e iniciativa privada

Foto: Márcio James / Semcom

Manaus ganhou mais uma pista de skate, fruto de uma parceria entre a Prefeitura de Manaus e a Levi’s Skateboarding. O novo espaço resultou do projeto “Do It Yourself (DIY)” – em português: “Faça Você Mesmo” – e foi inaugurado no último domingo, 1º de outubro, no Passeio do Mindu, zona Centro-Sul da capital. Como sugere o próprio nome da ação, a pista foi construída pelos próprios skatistas que formam a equipe da marca, juntamente com a comunidade esportiva local.

Já executado em alguns países, o projeto foi realizado pela primeira vez no Brasil, na cidade de Manaus, com o apoio das secretarias municipais de Infraestrutura (Seminf), que cedeu i material utilizado na construção, e Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), gestora do Passeio do Mindu.

Os skatistas profissionais Otávio Neto, Thomas Santos, Henrique Periano e Paulo Barata, estiveram à frente a proposta, além do amazonense Maikon Quaresma, que agora também integra a equipe da Levi’s Skateboarding.

Para o produtor da ação, Emanuel Rezende, a concretização do projeto só foi possível graças a parceria com a prefeitura. “Foi primordial para nós esse apoio que recebemos das secretarias. Só assim tivemos condições de vir a Manaus e construir esse espaço com todo o suporte que precisamos”, disse.

Segundo com os skatistas locais, a nova pista representa muito, pois a demanda por espaços voltados ao skate é muito grande, devido o número cada vez mais crescente de praticantes. “Esse espaço já era frequentado pelo skatistas e agora que foi totalmente revitalizado se tornou uma pista de verdade. É mais um espaço público de qualidade para atender o skate de Manaus”, afirmou Antônio Cardoso Chaves, skatista manauara e frequentador do local.

O projeto DIY foi apresentado em junho deste ano ao prefeito Arthur Virgílio Neto, que designou a área das quadras do Passeio do Mindu como espaço para a realização das intervenções. O projeto existe há quatro anos e já teve pistas implantadas nos Estados Unidos, Índia, Equador, Colômbia e agora no Brasil.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.