Header Ads

Ação integrada resulta na prisão de casal com drogas e foragido da Justiça


Na manhã desta quarta-feira, dia 1º, as equipes do 5°, 8°, 19° e 21° Distritos Integrados de Polícia (DIPs), sob a coordenação da delegada Deborah Barreiros, titular do 5° DIP, deflagraram ação policial que culminou nas prisões, em flagrante, de Willian Coelho dos Santos, 28, e da companheira dele, Andrezza Oliveira de Almeida, 27, por envolvimento com o tráfico de drogas na zona Oeste da capital. Durante os trabalhos, os policiais civis recapturaram o foragido da Justiça Reginaldo Pantoja de Castro, 41.

De acordo com a delegada Deborah Barreiros, na ação foram cumpridos mandados de busca e apreensão em três residências, situadas no Beco Normando, bairro São Raimundo, zona Oeste da capital. Os mandados foram expedidos pela juíza Lídia de Abreu Carvalho Frota, da 1ª Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes (Vecute).

A titular do 5º DIP explicou que William e Andrezza foram presos em uma das casas do Beco Normando. Já Reginaldo foi preso em via pública naquela área da cidade. “Iniciamos as diligências nos endereços referentes aos mandados de busca e apreensão. Durante revista na casa de William e Andrezza, apreendemos 37 trouxinhas e uma porção média de maconha, uma balança de precisão, R$194 em espécie, além de três aparelhos celulares. Na ocasião, quando os policiais civis estavam se deslocando para a residência do casal, avistaram Reginaldo em atitude suspeita e fizeram a abordagem ao infrator”, explicou Barreiros.

A autoridade policial destacou, ainda, que Reginaldo estava foragido do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), onde cumpria pena no regime semiaberto por latrocínio.

Andrezza e William foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Ao término dos procedimentos cabíveis no 5° DIP, o casal será levado para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona Sul. Reginaldo será encaminhado para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá permanecer à disposição da Justiça.



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.