Header Ads

Delegado da Polícia Civil mata advogado no clube Porão do Alemão


O delegado da Polícia Civil Gustavo Sotero, foi preso na madrugada desse sábado (25), após matar a tiros o advogado Wilson de Lima Justo Filho, 35, dentro do clube Porão do Alemão. A esposa de Wilson, Fabíola Rodrigues Pinto de Oliveira, 31, e outras duas pessoas, Maurício Carvalho Rocha, 35, e Yuri Paiva, 46, também foram baleados e estão internadas.

O advogado, que tinha uma carreira promissora na política, havia sido candidato a vice-prefeito no município de Novo Airão nas eleições municipais de 2016, onde ficou em 3º lugar na disputa.







Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.