Header Ads

'É contrassenso um mundo que clama por preservação atacar a ZFM', diz Wilker Barreto

Foto: Robervaldo Rocha - Dircom/CMM
 O presidente da Câmara Municipal de Manaus, Wilker Barreto (PHS), utilizou a tribuna do parlamento, na manhã desta quarta-feira (29), para demonstrar sua indignação com discursos contra a Zona Franca de Manaus e reforçar preocupação com o Projeto de Lei em tramitação no Senado da República que cria a Zona Franca do Espírito Santo.


“Aquele economista que veio ao evento em Manaus para falar mal do modelo ZFM é mais um dos desinformados sobre as potencialidades do setor econômico. Discordo completamente dele e ainda afirmo que o que me preocupa de forma extrema é essa possibilidade de aprovação de PL que cria esse modelo no Espírito Santo. Temos o melhor modelo ambiental do mundo e não admitiremos ataques”, disse o parlamentar.

O Projeto de Lei (PLS) 90/2017, que cria a Zona Franca do Espírito Santo (ZFES), foi aprovado pela Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) do Senado Federal, no último dia 18 de outubro. Agora o PL será votado pelas comissões de Assuntos Econômicos (CAE) e de Constituição e Justiça (CCJ, em caráter terminativo e depois segue para a Câmara dos Deputados.

Economista e com mestrado em Meio Ambiente e Sustentabilidade. Barreto afirmou ser defensor ferrenho do modelo que, segundo ele, possui números positivos imbatíveis. “E além dos números ainda abordo a questão ambiental. O mundo clama por encontros mundiais de meio ambiente e é contrassenso atacar esse modelo. Tirá-lo é forçar um povo a mudar da atual matriz econômica para o extrativismo. De fome o povo do Amazonas não vai morrer para que o Brasil pose lá fora como preservador do meio ambiente. É inadmissível que aprovem projetos que prejudiquem nosso povo”, concluiu.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.