Header Ads

Mesa Diretora da Aleam solicita intervenção do Governo Federal em favor da BR-319

Foto: Fabio Romão
​A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) está solicitando que o Ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, faça a mediação entre o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama) e Fundação Nacional do Índio (Funai) para por fim ao impasse ambiental que impede a reestruturação da BR-319.

O pedido de reunião enviado a Padilha é resultado das ações realizadas durante a Caravana Aleam BR-319 e BR- 230, ocorrida entre os dias 14 e 19 de Novembro, na qual parlamentares percorreram os municípios às margens da rodovia, colhendo informações e pleitos apresentados pela população.

De acordo com presidente da Comissão de Assuntos Municipais e 1º secretário da Mesa Diretora, deputado Platiny Soares (DEM), foi constatado mais uma vez que a falta de entendimento entre os órgãos, prejudica a economia, a logística e o desenvolvimento social da população do Amazonas e Roraima.

“Ao longo da rodovia, constatamos que não existe qualquer necessidade de modificar a realidade ambiental em todo o trajeto de floresta, que ela corta. É preciso colocar as cartas na mesa, os órgãos não podem subestimar a capacidade do amazonense de preservar o meio ambiente”, pontuou Platiny Soares.

Relatório Técnico
Em um relatório encaminhado ao Ministro da Casa Civil, os parlamentares evidenciaram também os aspectos sociais e de locomoção da BR, em um trajeto de mais de dois mil quilômetros de estrada percorrida. Ele abrange o município de Manaus, Careiro, Careiro Castanho, Humaitá, Lábrea e Apuí. E ainda as comunidades de Igapó-Açú, Realidade e Santo Antônio do Matupi.

No documento embasado em Audiências Públicas, reuniões e debates realizados nos municípios e comunidades visitadas, os deputados lembram que a rodovia é eixo de integração física do Amazonas e Roraima, ao restante do país, por isso, necessita de recuperação e manutenção constante.

Para os deputados, ficou clara que mesmo em situação precária de trafegabilidade, a rodovia permite o fluxo de passageiros e cargas e que sua reestruturação significa beneficiar ainda a produção familiar, comercial e industrial dos Estados.

“É preciso proporcionar segurança àqueles que trafegam na rodovia, garantir dignidade às populações que habitam os municípios adjacentes, otimizar o fluxo econômico, possibilitando de fato a integração do Estado com as demais regiões do país”, destaca trecho do relatório.

Fizeram parte da Caravana
Estiveram na Caravana, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado David Almeida (PSD), Platiny Soares (DEM), Abdala Fraxe (Podemos), Francisco Souza (Podemos), representantes do Exército Brasileiro, Câmara Municipal de Manaus, municípios do interior, sociedade civil organizada e imprensa.



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.