Header Ads

Praça da Matriz será reaberta pelo prefeito Arthur Virgílio Neto em grande festa popular

Foto: Alex Pazuello/Semcom
A Praça XV de Novembro, popularmente conhecida como Praça da Matriz, será reinaugurada pelo prefeito Arthur Virgílio Neto nesta quarta-feira, 15/11, feriado da Proclamação da República. O resgate histórico não estará somente na arquitetura, que foi revitalizada, a grande festa de reinauguração do espaço vai relembrar grandes momentos da música amazonense e já entrará no clima natalino, com a entrega da primeira Árvore de Natal da cidade.

A programação começará às 16h, com três grandes nomes da Música Popular Amazonense (MPA), que cantarão no palco do evento, montado na avenida Eduardo Ribeiro, ao lado do Relógio Municipal. Lucilene Castro, Nunes Filho e Zezinho Correa farão um show assinado pelo maestro Paulo Marinho. A reinauguração da Matriz contará, ainda, com uma ‘Celebração de Bênção’, na presença do Arcebispo Metropolitano de Manaus, dom Sérgio Eduardo Castriani, além da presença do ministro da Cultura (MinC), Sérgio Sá Leitão, e da presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Kátia Bogéa.

A avenida Eduardo Ribeiro será interditada a partir das 6h da manhã, no trecho entre as avenidas Sete de Setembro e Marquês de Santa Cruz. Quinze agentes do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) vão monitorar o trânsito para garantir o acesso seguro de pedestres ao evento.

O terminal central de ônibus não terá o trânsito interrompido. No entanto, os agentes do Manaustrans vão monitorar a circulação dos veículos nas vias do entorno e verificar a possiblidade de outras intervenções na área. O acesso para a área da festa poderá ser feito pela rua Luiz Antony, rua Governador Vitório e avenida Sete de Setembro, que estará livre para o tráfego no trecho entre a Getúlio Vargas e Eduardo Ribeiro.

Manaus, 26/07/75. Primeira igreja erguida após a fundação de Manaus, a Catedral Nossa Senhora de Conceição, conhecida como Igreja Matriz, foi construída em 1.695 por missionários carmelitas. É considerada por historiadores a primeira grande obra arquitetônica construída em Manaus e a mais importante do período provincial.  Foto: Divulgacao/Manauscult

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.