Header Ads

Troca de comando na PF vem com promessa de agilizar investigação contra políticos

Foto: Zeca Ribeiro/Agência Câmara
A Polícia Federal está sob novo comando desde esta segunda-feira (21), quando Fernando Segovia tomou posse no cargo de diretor-geral. Na capital federal, a conversa é que a corporação quer criar um marco para os políticos que estão sob a mira de investigações criminais e que pretendem disputar as eleições de 2018.

De acordo com publicação do site El País, uma das frentes de atuação da PF quer concluirm até meados do ano que vemm a maior parte dos 150 inquéritos relacionados à Operação Lava Jato que tramitam em cortes superiores.

Uma outra frente no órgão aposta no que vem do Supremo Tribunal Federal, que deve retomar na próxima quinta-feira o julgamento de uma ação que limita o foro privilegiado de autoridades públicas.

O novo diretor da PF pediu à Diretoria de Combate ao Combate ao Crime Organizado um planejamento para concluir as investigações contra os beneficiados pelo foro privilegiado. Sua intenção, segundo interlocutores em Brasília, é de auxiliar a Justiça Eleitoral e evitar que políticos “fichas sujas” concorram a mandatos eletivos no próximo pleito.



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.