Header Ads

Deputada Alessandra denuncia perseguição à vereadora de Canutama

Foto: Jimmy Christian
A presidente da Câmara Municipal de Canutama, vereadora Maria do Teixeirinha (PMDB), está sendo perseguida por agentes dos poderes Executivo e Judiciário em sua cidade. A denúncia foi levada à tribuna pela deputada estadual Alessandra Campêlo (PMDB) durante a sessão plenária da última terça-feira, 12, na Assembleia Legislativa do Amazonas.

Em reunião com deputada na última segunda-feira, 11, Maria do Teixeirinha apresentou uma série de documentos nos quais comprova o uso da máquina pública para intimidar sua atuação política contra os desmandos no município localizado a 620 quilômetros de Manaus em linha reta. Os ataques contra a imagem e a honra da vereadora, inclusive nas redes sociais, estariam sendo coordenados pelo vice-prefeito Dr. Ney, pelo secretário de Comunicação Fregilson Rabelo dos Santos e pelo tabelião Márcio Augusto Ferreira Monteiro.

“Lá em Canutama, ela sofre um problema que a maioria das mulheres sofrem na política, que é o machismo. Ela sofre o preconceito e covardia, e vem sendo atacada e ofendida covardemente pelo vice-prefeito e o secretário de Comunicação e por um tabelião que se acha juiz simplesmente porque ela faz o seu trabalho. Assim como eu aqui na Assembleia Legislativa, ela fiscaliza dinheiro desviado, fiscaliza o que está errado e denuncia”, afirmou Alessandra.

Além das ofensas coordenadas nas redes sociais pelo grupo político do vice-prefeito, Maria do Teixeirinha acrescentou que até sua família tem sido perseguida. O tabelião Márcio Augusto tenta tomar terras que sua mãe, uma senhora de quase 70 anos. O caso será levado à Corregedoria do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). A deputada informou que também levará o caso para acompanhamento do Ministério Público Estadual (MPE).



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.