Header Ads

Raquel Dodge recorre ao STF para bloquear R$ 7,4 milhões de Aécio e da irmã


A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, recorreu da decisão do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), que negou o bloqueio de bens do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e da irmã dele, Andrea Neves. As informações foram divulgadas pelo jornal O Globo. Segundo a publicação, o objetivo é permitir o pagamento de multa e reparação de danos em caso de condenação, no valor total de R$ 7,4 milhões.

Dodge argumenta que há indícios suficientes de cometimento de crimes. Ela destacou que há filmagens, gravações e interceptações telefônicas para comprovar isso. O caso diz respeito ao inquérito no qual Aécio é investigado por ter solicitado R$ 2 milhões à JBS. Em junho, o então procurador-geral Rodrigo Janot denunciou o senador por corrupção passiva e obstrução de justiça.



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.