Header Ads

Trio envolvido em morte de casal de idosos é preso em Itacoatiara

Foto: Erlon Rodrigues / Assessoria de Imprensa da PC-AM
Na manhã desta segunda-feira (04/12), o delegado titular do 23º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Cícero Túlio, falou sobre as prisões de Nildemar da Silva de Assis, 39, conhecido como “Colombiano”; da companheira dele, a professora de Educação Infantil Waldilene da Cunha Paes, 39, chamada de “Wal”; e de Marcos de Castro Mourão, 35, o “Besouro”, por extorsão mediante sequestro que resultou na morte do casal José Carlos Nunes Guimarães e Edineia Cardoso Ferreira. As vítimas tinham, respectivamente, 63 e 55 anos.

Conforme o titular da unidade policial, a ação, que resultou nas prisões dos infratores, foi deflagrada no último domingo (03/12), por policiais civis lotados no 23º DIP e Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Itacoatiara, município distante 176 quilômetros em linha reta da capital. Nildemar e Waldilene foram presos na tarde daquele mesmo dia, na residência onde moravam, em Itacoatiara. Marcos foi preso horas depois, em via pública, naquele município.

De acordo com Cícero Túlio, as vítimas haviam comprado, por R$ 5 mil, um terreno da ex-companheira de Nildemar. O infrator, após se separar da mulher, passou a exigir das vítimas parte do dinheiro da venda do terreno. José e Edineia chegaram a repassar R$ 2 mil a Nildemar, para que as cobranças cessassem. Não satisfeito, o homem e a atual companheira dele, Waldilene, planejaram o sequestro das vítimas e contrataram Marcos para que ele dirigisse o carro durante a ação criminosa.

Segundo o delegado, o sequestro do casal ocorreu na última quarta-feira (29/11), na residência onde José e Edineia moravam, na rua Palestina, Comunidade União, bairro Parque Dez de Novembro, zona centro-sul da cidade. Os infratores enviaram mensagens aos familiares do casal, exigindo o pagamento do resgate. No entanto, o trio executou as vítimas no mesmo dia em que elas foram sequestradas.

“No momento em que efetuaram o sequestro, os infratores passaram a encaminhar mensagens ameaçadoras para a família do casal, exigindo o pagamento no valor de, aproximadamente, R$ 8 mil. Ao tomarmos conhecimento do crime, identificamos a trajetória do veículo utilizado no dia do delito a partir de minuciosa análise das imagens captadas por câmeras de segurança nas proximidades do local e constatamos que o carro seguiu em direção à rodovia estadual AM- 010”, disse Túlio.

O titular do 23º DIP informou que o corpo de José foi encontrado na última sexta-feira (1º/12), no quilômetro 50 da rodovia estadual AM-010. O corpo de Edineia foi achado na tarde de domingo (03/12), no ramal da Zona Franca, quilômetro 92 da rodovia estadual AM-010. José foi morto com um disparo de arma de fogo. Já Edineia foi vítima de asfixia.

Durante as prisões de Nildemar e Waldilene, os policiais encontraram com eles o celular de uma das vítimas. Marcos, Nildemar e Waldilene foram indiciados por associação criminosa e extorsão mediante sequestro com resultado de morte. Ao término dos procedimentos cabíveis na delegacia, Marcos e Nildemar serão conduzidos ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM) e Waldilene levada ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF).

Comoção - A coletiva de imprensa foi marcada por muita comoção e revolta por parte dos parentes do casal, que estiveram presentes no prédio da Delegacia Geral. O filho de José, Fábio Adriano Guimarães, 38, disse que a família está muito abalada. “Nunca imaginávamos passar por essa situação. Meu pai e a esposa dele não mereciam isso. A atuação da Polícia Civil foi rápida. Agradecemos por tudo. A Justiça já está sendo feita”, declarou.



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.