Header Ads

Saiba como utilizar o aplicativo do estacionamento rotativo Zona Azul


O sistema de estacionamento rotativo Zona Azul, lançado este mês em Manaus, está funcionando até o dia 17 de fevereiro de forma educativa, sem cobrança de taxa, porém, quem quiser já pode baixar o aplicativo no celular e cadastrar os seus dados. Até está sexta-feira (26), mais de mil pessoas já haviam feito o download do aplicativo “Zona Azul Manaus”.

O sistema de estacionamento rotativo Zona Azul vai organizar o fluxo de estacionamento de veículos no centro da cidade, oferecendo ao motorista tranquilidade e comodidade. Esse modelo já existe em outras capitais brasileiras, assim como nos Estados Unidos, Europa, África e Ásia. Em todos os locais tem se mostrado a forma mais eficiente de ordenamento do estacionamento de veículos, em áreas de grande movimentação de carros.

Para utilizar o estacionamento rotativo pelo aplicativo, o primeiro passo é fazer o download nas lojas Google Play ou Apple Store. Em seguida, o usuário deve cadastrar algumas informações pessoais, como email, senha, CPF e placa do veículo. Os usuários que não quiserem utilizar o aplicativo podem optar por fazer o seu cadastro no site www.zamanaus.com.br. Por estas duas formas, o motorista pode fazer a compra de créditos e acompanhar quanto tempo ainda pode permanecer estacionado na vaga. O limite máximo é de 3 horas. Além disso, o condutor poderá também comprar créditos com os monitores que estarão uniformizados e em lojas parceiras.

Com o aplicativo instalado, no momento em que estacionar em uma das vagas do Zona Azul, o usuário que já tiver comprado crédito antecipado, poderá descer, sem precisar fazer qualquer procedimento. Caso não possua créditos, será necessário realizar a compra. O diretor operacional do Consórcio Amazônia, concessionária do sistema, Guilherme Rocha, explica que os monitores ficarão responsáveis por percorrer as ruas onde o Zona Azul está implantado e verificar se o veículo estacionado está regularizado para utilizar a vaga.

Uma vantagem é que, se o usuário comprou crédito para apenas uma hora e vai precisar demorar que isso, por exemplo, ele poderá adquirir esse tempo extra, pelo próprio aplicativo.

Cada vaga do sistema Zona Azul é dotada de sensor, que vai detectar a hora em que o veículo estacionou. Os sensores estarão funcionando a partir de 17 de fevereiro, quando passará a vigorar a cobrança de taxa.

O Zona Azul conta, inicialmente, com 1.500 vagas de estacionamento. Em um mês chegará a um total de 3 mil. A meta é que, em três meses, 5 mil vagas estejam funcionando. As vagas de estacionamento estão disponíveis na avenida Eduardo Ribeiro e nas ruas 10 de Julho, Barroso, Henrique Martins, Rui Barbosa, 24 de Maio, Costa Azevedo, Marçal, Dona Libânia, Monsenhor Coutinho, Tapajós, Lobo D’Almada, Joaquim Sarmento, José Clemente, Ramos Ferreira, Frei Lourenço e Ferreira Pena. O sistema irá funcionar de segunda-feira à sexta-feira, das 8h às 18h, e aos sábados, de 8h às 17h. No domingo não haverá cobrança pelo sistema.

O conceito do Zona Azul segue o princípio da rotatividade, que proporciona a oportunidade de mais pessoas poderem se deslocar ao centro da cidade, com a tranquilidade de que terão local para estacionar os seus veículos. Assim, o motorista que ultrapassar o prazo máximo de permanência de três horas poderá ter o veículo autuado pelo Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans). Conforme o Código Brasileiro de Trânsito (CTB), artigo 181, inciso XVII, estacionar em desacordo com a regulamentação é uma infração grave, com multa no valor de R$ 195,23, e cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação. Ainda cabe a remoção do veículo para o parqueamento da Prefeitura.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.