Header Ads

T1 renasce com obras de revitalização e novo padrão visual

Fotos: Mário Oliveira / Semcom
Um novo terminal de integração, de cara nova e mais aconchegante aos usuários e trabalhadores que o utilizam, está surgindo na avenida Constantino Nery com a revitalização do T1, com obras e reparos que avançam dia e noite. Depois da lavagem da cobertura, substituição das lâmpadas de LED e outros serviços de limpeza, o terminal começou a receber um novo calçamento e repaginação das bancas utilizadas pelos camelôs, trabalho que foi iniciado na madrugada deste sábado, 27/1, e deve ser concluído até às 20h de domingo, 28, com a reposição das bancas.

Às 7h de segunda-feira, 29, o tráfego de ônibus no local, que foi desviado neste final de semana, será normalizado. Mas o fluxo de trabalho continua, dia e noite, por meio de uma força tarefa envolvendo órgãos municipais como as secretarias de Infraestrutura (Seminf), Limpeza Urbana (Semulsp), Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Subsecretaria de Abastecimento, Feiras e Mercados (SubSempab) e a Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU).

Na madrugada de sábado, o prefeito Arthur Virgílio Neto e o vice-prefeito e secretário de Infraestrutura, Marcos Rotta, acompanharam o início da operação de retirada das bancas para a pista de rolamento do terminal, a lavagem do local e a instalação das caixas em madeira para receber o novo calçamento, de aproximadamente três mil metros quadrados.

“Isso aqui relembra aquele fato de forte efeito simbólico que foi a lavagem da avenida Eduardo Ribeiro, ponto inicial de um renascimento do Centro Histórico. Da mesma forma, queremos fazer renascer esse terminal para oferecer espaço e serviços de qualidade à população”, disse o prefeito Arthur, que vem acompanhando de perto todo o trabalho de recuperação do terminal, desde o seu início.

Arthur anunciou que além da recuperação física, com novo calçamento, pintura dos gradis, iluminação, recuperação dos bancos e banheiros públicos, o T1 vai receber também uma nova padronização visual, com pintura padronizada das bancas, identidade visual no portal principal e utilização de grafite, a exemplo do que ocorreu nas passagens de nível e viadutos, com grande sucesso. E, no local de onde foram retirados abrigos e gradis que não eram mais utilizados, será realizado um projeto de arborização e jardinagem.

“Vamos fazer um trabalho muito bonito para darmos condições de trabalho melhor para quem está aqui dentro e ao mesmo tempo para darmos uma visão bonita para a cidade”, disse o prefeito. “Vai valer a pena porque é um investimento que estamos fazendo em pessoas que vão trabalhar em melhores condições e para o próprio usuário do transporte coletivo que usam o T1 e que, nesse momento enquanto não vem o BRT, continua sendo importantíssimo”, afirmou.

Pela manhã, o vice-prefeito Marcos Rotta voltou ao T1 para acompanhar a colocação de concreto que está dando forma ao novo calçamento. Esse trabalho vai avançar durante todo o sábado e domingo, concomitantemente com a pintura das bancas, dentro da nova padronização. Já a partir da próxima semana, começam os trabalhos de pavimentação, para recuperar toda a pista do T1. Os trabalhos serão realizados sempre depois da meia-noite, horário em que cessa o tráfego do ônibus no terminal.

“Acreditamos que em um curtíssimo espaço de tempo o T1 terá uma nova cara, uma nova roupagem à altura do que esperam os usuários”, afirmou Rotta. “A determinação do prefeito é que façamos a reformulação do T1 no menor espaço de tempo possível”, completou.

A SMTU montou um esquema alternativo, com paradas provisórias na avenida Constantino Nery, pela lateral do T1. O retorno, no sentido centro-bairro está sendo feito pela rua Ferreira Pena/avenida Ayrão/Constantino Nery, também com paradas provisórias. Fiscais da SMTU permanecem no local prestando orientação aos usuários.

Apesar dos transtornos provocados pela interdição do T1, os usuários manifestaram curiosidade pela movimentação, satisfação em saber dos trabalhos a serem realizados e expectativa com os resultados. É o caso do gráfico Marcos Sousa que aguardava o ônibus em uma parada improvisada, mas ficou feliz com o trabalho. “Tava precisando, né? A partir de agora vai melhorar bastante para todo mundo”, comemorou.









Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.