Header Ads

Carnaval de rua | Galo de Manaus leva diversidade cultural para o Sambódromo


Um dos blocos carnavalescos mais esperados e tradicionais da cidade, o Galo de Manaus​,​ levou sua 14° edição para o Sambódromo, pela primeira vez, nesta Terça-feira Gorda, 13/2.

Quatro palcos, três trios elétricos e uma tenda de música eletrônica transformaram o Centro de Convenções em um grande festival multicultural, com diversos ritmos, ao som de atrações como Pororoca Atômica, The Stone Ramos, Xiado da Xinela, Bloco Afro, entre outros, além de homenagem a Reginaldo Rossi. Até às 23h, são esperadas pelo menos 150 mil pessoas no evento.

Teve espaço até para atração estrangeira: a banda Sensation, formada por amigos haitianos que tocavam na igreja, surgiu em 2015, ao perceber a ausência de um grupo que tocasse seu ritmo. Com sete membros, eles cantam em português, espanhol, francês, inglês e criolo.

"É um prazer muito grande pra gente estar aqui pela primeira vez. Estamos muito felizes não só por tocar, mas por fazer parte, de certa forma, do Carnaval brasileiro", contou o vocalista do grupo, Jean Eric Joseph.

A banda Boka Maldita foi uma das atrações musicais que passou por um dos palcos do Sambódromo, levando muito samba para o público. A cantora Suzy Mattos, integrante da banda, estava feliz com a participação.

"O Galo acrescentou o movimento do samba ao bloco, fazendo a soma perfeita de Carnaval e samba. Desejo que isso seja apenas o começo, para que juntos possamos não deixar o samba morrer", destacou.

Público

Anjinhos, unicórnios, super-heróis, sombrinhas de frevo, diabinhos, marinheiro, personagens de desenho animado e de tudo um pouco: o público tirou seus adereços do armário e caprichou na fantasia pra pular o Carnaval no Sambódromo.

Vestido de Super-Homem e acompanhado de um grupo de amigos, Ilber Gomes já é um frequentador assíduo do Galo de Manaus.

"Eu gosto de tudo aqui no Galo, das músicas que tocam, da segurança. Venho todo ano, e esse ano decidi vir de Super-Homem para me diferenciar", contou.

Quem foi pela primeira vez pro evento também gostou da festa, como foi o caso da maranhense Sanna Marçal, fantasiada de marinheira.

"É a primeira vez que venho no Galo. Já moro aqui há cinco anos, mas nunca tive companhia para vir. Dessa vez meu primo veio pra cá, e eu o trouxe. Nós estamos achando ótimo", afirmou.

O casal Rodrigo Pedrosa, autônomo, e Elane Lopes, técnica em edificações, também aproveitou o feriado para comparecer ao Sambódromo.

"Me chamou a atenção a mudança do local da Avenida das Torres para o Sambódromo, pois ficou melhor a área de lanches, a acessibilidade e a segurança", opinou Rodrigo.

Serviço

A Polícia Militar garantiu a segurança do evento, com um efetivo de cerca de 600 policiais, além de segurança privada. Agentes da Manaustrans orientaram o trânsito nos arredores do Sambódromo.

Carnaval de rua

Até o fim desta terça-feira, 55 bandas e blocos passaram pelas ruas de Manaus neste feriadão de Carnaval, de sexta, 9, a terça, 13, realizados com o apoio da Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult).

Bandas tradicionais como Caldeira, Jacaré, Angélica, Carnaval de Educandos e Pimentão foram alguns dos eventos que mobilizaram comunidades para pular o Carnaval.

Até o início de março, serão

​100​ bandas e blocos realizados no total, em todas as zonas da cidade. A programação completa está disponível no site: vivamanaus.com/carnaval2018.














​Fotos​: Ingrid Anne/Semcom​


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.