Conectando o Amazonas

Depois do "então morra", Amazonino chama de "doidos" os professores de Parintins


O governador do Amazonas, Amazonino Mendes (PDT), parece mesmo que não pensa no que fala ou não está mesmo preocupado com o povo do Amazonas. Quem não lembra, que em fevereiro de 2011, quando era prefeito de Manaus, Amazonino discutiu asperamente com uma moradora da comunidade Santa Marta, Zona Norte.

Na ocasião, os moradores estavam revoltados com a situação de risco em que viviam, pois no dia anterior, uma mulher e duas crianças morreram soterradas sob um barranco que desabou.

O prefeito então foi ao local e falou em entrevista a um veículo de comunicação, que as pessoas na comunidade , ajudariam a prefeitura “não fazendo casas onde não devem”. A moradora, indignada interrompeu o prefeito e disse: “mas a gente está aqui porque não tem condição de ter uma moradia digna”. E Amazonino soltou essa 'pérola': “minha filha, então morra, morra”.

Vocês estão doidos
Já na última sexta-feira (23), durante entrega de títulos definitivos de terra no município de Parintins, o governador Amazonino Mendes (PDT) ao ser recebido com gritos de ordem dos professores da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), ao ser questionado por uma professora que cobrava o reajuste salarial da categoria, o mandatário soltou mais essa: "VOCÊS ESTÃO DOIDOS".

Se para o governador do estado, reivindicar melhores condições de trabalho e um reajuste salarial digno é ser doido, então Amazonino deveria renunciar, já que não tem condições de ouvir o professor, pai e mãe de família, que cuida e capacita nossa gente para um Brasil melhor, é melhor que deixe a "casa" como está, para que outro com sensibilidade e comprometido com os anseios do povo a arrume.

Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes