Header Ads

Secretário de Meio Ambiente diz que Estação de Tratamento do Timbiras é patrimônio


O secretário estadual do Meio Ambiente (Sema) e presidente do Instituto Ambiental do Amazonas (Ipaam), Marcelo Dutra, visitou ontem (12) o andamento das obras de ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto Timbiras (ETE/Timbiras) da Manaus Ambiental, na Cidade Nova, Zona Norte de Manaus.

Marcelo Dutra visitou as instalações da estação, que será entregue nos próximos dias, acompanhado dos diretores da concessionária de água e esgoto Luiz Couto, Arlindo Pinto e Rogério Zanforlin, além do corpo técnico da Manaus Ambiental, Sema e Ipaam.

De acordo com Marcelo Dutra, a ETE/Timbiras é um patrimônio para a população porque, com o tratamento do esgoto, o complexo irá tratar e preservar os recursos hídricos, além de melhorar a saúde dos manauaras.

“A sociedade precisa se conscientizar da necessidade do funcionamento ordenado da cidade, para evitar impactos no meio ambiente, como o que provocou a degradação dos igarapés de nossa cidade e adoeceu a população e, por consequência, aumentou os gastos com a saúde”, avaliou o secretário.

Ainda de acordo com Marcelo Dutra, para que as pessoas tenham qualidade de vida e um sistema ambiental confiável é preciso mais estações como a de Timbiras, operando e apoiadas por parcerias, que precisam ser firmadas para garantir o benefício do saneamento básico a toda população manauara.

“Dentro de suas atribuições tutelares quanto à qualidade ambiental, o Estado irá estabelecer parcerias, regulações, para que a sociedade entenda que é dever de todos. Afinal de contas, a responsabilidade sobre a geração dos resíduos é de quem gera e, portanto, deve contribuir, pagando a taxa de esgoto”, explicou Marcelo Dutra.

ETE/Timbiras
Segundo o diretor de Operações da Manaus Ambiental, Luiz Couto, ainda neste primeiro semestre, a estação irá ampliar o serviço de coleta e tratamento de esgoto, que atenderá aproximadamente 100 mil pessoas, moradoras da Cidade Nova 1 e 2 e adjacências.

“A Estação Timbiras é a primeira grande obra que faz parte do Plano Diretor de Esgotamento Sanitário de Manaus, que prevê a divisão da cidade em seis bacias. Seguindo este planejamento, vamos reforçar os trabalhos na Estação de Tratamento de Tratamento de Esgoto do Educandos, construindo redes e modernizando a estação em parceria com o Prosamim”, afirmou o diretor.

IDH
Os sistemas de esgotamentos sanitários são responsáveis pela coleta, afastamento, tratamento e disposição do efluente tratado, seguindo as legislações vigentes e acompanhados pelos órgãos ambientais e de controle. Regiões onde o esgoto é adequadamente destinado à rede coletora possuem menores índices de doenças e maiores índices de desenvolvimento humano, social e econômico (IDH).






Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.