Header Ads

Vereador de Rio Preto da Eva denuncia secretária por desvio de 70 mil reais da Saúde


O policial militar da reserva Marcelo Costa Santos, conhecido como Cabo Marcelo e único vereador de oposição no município de Rio Preto da Eva, localizado a 70 quilômetros de Manaus, denunciou na manhã desta terça-feira (6), em sua página no Facebook, a secretária de Saúde do município, Aila Carla da Costa Bernadino, de ter desviado cerca de R$ 70.000,00 (setenta mil reais) que era destinadas a investimentos na Saúde dos moradores para beneficiar duas empresas, uma supostamente ligada a familiares.

Marcelo Costa havia prometido expor todas as "falcatruas" que acontece na gestão do prefeito Anderson Sousa. Segundo ele, como fiscal do povo e parlamentar, é "seu dever zela pela cidade, e se pra isso eu tenha que comprar uma guerra com os mal feitores eu farei", diz o vereador em seu post.

Segundo sua denúncia, a então secretária de Saúde do município, teria usado de seus 'poderes' no mesmo dia em que assumiu a pasta, para realizar transferências do fundo sa Saúde para as seguintes empresas: K. V de Monteiro – CNPJ 26.627.617/0001-25, no valor de 30.012,50, (trinta mil, doze reais e cinquenta centavos). O vereador chama a atenção para o fato de que a referida empresa está situada no mesmo endereço do restaurante pertencente ao pai da Aila Carla, que fica na rua Governador Álvaro Maia n° 01 A, Centro, conhecida na cidade como rua do Campo de Areia.

Outro desvio de finalidade é contra a empresa Safira Comércio e Serviços - CNPJ 22.129.362/0001-10, que também recebeu verbas que eram da Saúde. Desta vez o montante foi de R$ 40.000,00 (quarenta mil reais). A empresa recebeu este valor como pagamento pelo serviço realizado na área material gráfico. Mais uma vez o vereador observa: o serviço já é realizado por outra empresa, que está devidamente licitada e recebe somente para estes serviços de mídia e gráfica.

Marcelo questiona a intenção da secretária: "então qual a necessidade de usar um dinheiro que poderia estar sendo aplicado em outras coisas na saúde do que em coisas desnecessárias. Ressalto ainda de que mesmo contrato nem foi citado no Diário oficial implicando crime por falta de transparência. Então agora eu posso informar. Eu como fiscalizador denunciei os mesmo para os órgãos. MP Federal e Estadual, Policia Federal, Controladoria Geral da União (CGU) e Tribunal de Contas da União ( TCU), Ouvidoria do Ministério da Saúde", disse indignado.

Agressão
Em entrevista ao Chefão da Notícia, o vereador disse que foi agredido, coagido, encurralado e impedido ao tenta adentrar em uma obra para fiscalizar. Segundo ainda o vereador, o chefe de gabinete do prefeito Anderson Sousa, senhor Marcos Souza, o agrediu verbalmente chamando-o de "babaca, palhaço, vereador de merda, idiota" entre outras ofensas.

O parlamentar também foi impedido pela senhora Márcia Jacmonte, que é gestora da Creche Maria José, situada no bairro Coqueiral, área urbana da cidade. Porém, antes da situação constrangedora, assim que chegou, o vereador começou a gravar em seu celular, quando foi surpreendido pela agressão de Márcia, que revoltada, bateu na em sua mão, jogando o celular ao chão. Foi quando outra pessoa começou a gravar.

Pai da secretária
No vídeo é possível ver um homem é uma moto cercando e proferindo algo inaudível contra o vereador, este homem, segundo o parlamentar é o senhor Antônio, conhecido no município como 'Campeão', e pai da secretaria de Saúde, Aila Carla e provável proprietário da empresa que, segundo as denúncias, teria recebido os R$ 30 mil reais pelo buffet.

"Lembrando de que estou aqui para lutar pelo povo, se o prefeito quiser ir à radio dizer mentiras em um programa só de mentiras, vai só gastar saliva. A verdade é que estão nos roubando na cara de pau e a população merece saber a verdade, precisam saber de que eu estou lutando para que mais uma vez nossa cidade não caia em desgraça", disse em seu post o único vereador de oposição no município.

SSP e PMAM
Cabo Marcelo, que tem em 22 anos de Polícia Militar sem nenhum desvio de conduta sequer, disse que já comunicou as agressões ao Comando da Polícia Militar e ao secretário de Segurança Pública, Bosco Saraiva.






















.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.