Header Ads

Câmara e Seja Digital selam parceria para fortalecer sinal digital de TV

Foto: Robervaldo Rocha - Dircom/CMM
O presidente da Câmara Municipal de Manaus, vereador Wilker Barreto (PHS) e a gerente regional da ‘Seja Digital’, Maísa Porto, assinaram, na manhã desta quarta-feira (11), o termo de cooperação técnica com o objetivo de promover a divulgação de informações sobre a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. A parceria foi selada no plenário Adriano Jorge.

Durante a assinatura, Barreto garantiu disponibilizar a Ouvidoria da CMM, da qual o vereador Everton Assis (DEM) é presidente, gabinetes dos vereadores e os mais de 1.700 servidores como apoio à divulgação da migração do sinal analógico de TV para o sinal digital.

“Ao entender o alcance da migração analógica para o digital, que é um grande marco, a Câmara não poderia ficar fora. A instituição Seja Digital procurou esta Casa para que possamos unir forças. Nesse período curto, por meio da nossa Ouvidoria, vamos engajar toda a Câmara na divulgação e informação sobre os kits gratuitos que estão disponíveis para a população de baixa renda”, garantiu Barreto.

De acordo com Wilker, a Câmara Municipal de Manaus vai ser uma facilitadora para divulgar, informar e preparar a população sobre o processo de migração. “Nós não vamos entregar os kits, vamos ser a caixa de ressonância, principalmente dessa região. Mas todas as informações serão passadas está semana aos gabinetes, para que todos os servidores, os nossos portais, as nossa grades, todos os nossos instrumentos de divulgação sejam usados para propagação, para que alcance as famílias que precisam ter acesso ao kit digital”, enfatizou o presidente.

Maísa Porto ressaltou que a parceria entre a ‘Seja Digita’ e a Câmara Municipal é muito importante. A cooperação ajudará na ampliação do conhecimento sobre a migração nas diversas comunidades da cidade e nos municípios do Amazonas, Careiro da Várzea e Iranduba, fazendo com que a divulgação chegue à população de baixa renda cadastrada em programas sociais do Governo Federal, como disse a gerente.

“A televisão brasileira está passando por uma grande evolução. Até dezembro de 2018, mais de 1300 cidades do Brasil terão o sinal analógico de TV desligado. Todos os canais abertos de televisão passarão a transmitir a programação exclusivamente pelo sinal digital, que transmite a programação com imagem de cinema”, disse Maísa.

Para informar e preparar a população, a estratégia da Seja Digital é implementar campanhas e ações que mantenham a entidade mais próxima às comunidade menos digitalizadas. “O processo ocorrerá de maneira semelhante ao que fizemos em mais de 300 cidades brasileiras”, informou Maísa.

Atribuições

A Seja Digital tem como parte de suas atribuições distribuir kits gratuitos com antena e conversor para a população de menor renda atendida pelo Governo Federal. A lista como os nomes é fornecida pelo Governo federal para que a seja digital informe ao público por meio de cartas e campanhas de comunicação e possa agendar a retirada dos equipamentos. Os kits gratuitos são compostos de antena digital e conversor com controle remoto.

Acesso

Segundo a gerente da entidade, para que o cidadão saiba se está na lista fornecida pelo Ministério do Desenvolvimento Social ou se o agendamento já está liberado em sua região, o beneficiário deve acessar o site sejadigital.com.br/kit ou ligar gratuitamente para o número 147, e ter em mãos o CPF ou NIS (Número de Identificação Social) fornecido pelo Ministério do Desenvolvimento Social, conforme explicou a gerente.

No dia 30 de maio de 2018 o sinal analógico de televisão será desligado na cidade de Manaus e em mais dois municípios, Careiro da Várzea e Iranduba. A programação dos canais abertos de televisão será transmitida apenas pelo sinal digital. “Para continuar assistindo aos programas, a população precisa ter uma antena digital e um aparelho digital de televisão preparado para receber o sinal digital, finalizou Maísa Porto.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.