Header Ads

Polícia Civil prende dupla com dois revólveres calibre 38 e 78 trouxinhas de entorpecentes no bairro Mauazinho

Foto: Erlon Rodrigues/PC-AM
A Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado Henrique Brasil, titular do 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP), apresentou, na manhã desta quinta-feira (12/04), Davi dos Santos Dias, 21, e Hermely Gonçalves da Silva, 30. A dupla que tem envolvimento com o tráfico de drogas na zona leste de Manaus.

De acordo com Brasil, a equipe de investigação do 12º DIP, prendeu Davi, em via pública, na rua Costa Rica, beco União, no bairro Mauazinho, zona leste da capital. Já Hermely foi presa, na casa dela, situada na mesma localidade onde o comparsa foi preso. Segundo o delegado, as investigações em torno dos infratores começaram, após Aldinei da Silva e Silva, conhecido como “Tom”, ser preso pela equipe do 12º DIP, no dia 25 de janeiro deste ano.

“Após a prisão de ‘Tom’, continuamos as diligências e constatamos que no lugar do infrator, duas pessoas assumiram o tráfico de drogas naquela região da cidade. Na tarde de quarta-feira (11/04), por volta das 14h, montamos campana próximo ao beco União, onde avistamos Davi comercializando os entorpecentes. Realizamos abordagem e apreendemos em posse do jovem, um revólver calibre 38 e uma bolsa contendo 46 trouxinhas de cocaína, 32 trouxinhas de oxi e uma porção pequena de maconha, do tipo skunk”, declarou a autoridade policial.

Delação - Durante a apresentação, o delegado Henrique Brasil explicou que Davi apontou a casa do comparsa dele, identificado como “Manuel José”. “Nos deslocamos até a residência do comparsa de Davi. No local, encontramos Hermely companheira de 'Manuel José', uma vez que no momento da abordagem o infrator não estava no imóvel. A princípio, a mulher negou participar da prática criminosa, mas após se contradizer durante perguntas feitas a ela, entregou todo o esquema criminoso”, disse.

Passagem pela polícia - A autoridade policial argumentou que durante revista na casa de Hermely, foram apreendidos um revólver calibre 38, 14 munições calibre 38, uma munição calibre 35, além de um simulacro de arma de fogo. O delegado informou, ainda, que na unidade policial, em consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), constatou-se que o infrator já possui passagem pela polícia por roubo majorado.

Flagrante - Davi foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e tráfico de drogas. Por sua vez, Hermely irá responder por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Ao término dos procedimentos cabíveis no 12º DIP, a dupla será levada à Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona sul de Manaus.



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.