Conectando o Amazonas

Polícia Civil recupera veículo e prende foragido do Compaj e o comparsa dele no bairro Compensa


A Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado Rafael Allemand, titular da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), apresentou na manhã desta quarta-feira (11/04), Adriano Batista de Araújo, 24, conhecido como “Porocada”, e Luiz Felipe de Souza Guimarães, 20, presos em flagrante por posse de arma de fogo de uso restrito, receptação e uso de documento falso. A dupla foi presa na manhã de terça-feira (10/4), por volta das 10h, na rua Arthur Azevedo, bairro Compensa, zona oeste da capital.

O titular da Derfv explicou que as investigações em torno do caso iniciaram após uma vítima relatar aos policiais que, no mês de fevereiro desde ano, um bando invadiu a residência onde mora, situada no bairro Parque Dez de Novembro, zona centro-sul, e subtraíram objetos do lugar. No momento da fuga, os infratores roubaram o veículo da montadora Chevrolet, modelo Cobalt, cor branco e placas PHI-2774.

“Durante as investigações recebemos informações que esse carro estava sendo usado para realizar o transporte de infratores do bairro Compensa até o conjunto Amazonino Mendes, conhecido como “Mutirão”, bairro Novo Aleixo, com o intuito de realizar ataques. Na manhã de terça-feira (10/4), verificamos que o veículo roubado estaria na rua Arthur Azevedo”, relatou o titular da Derfv.

Allemand informou que os policiais civis montaram campana no local e, efetuaram a abordagem de Luiz no momento em que estava saindo do automóvel. Na ocasião, o infrator entregou uma documentação falsificada do carro que, também, estava com chassi e placas adulteradas. Em ato contínuo, a equipe se deslocou até uma residência próxima ao local, onde efetuaram a prisão de Adriano, em posse de uma arma de fogo e 14 munições.

Foragido - Conduzidos ao prédio da especializada e em consulta ao site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) foi constatado que Adriano era considerado foragido da Justiça desde o dia 17 de abril de 2017, após deixar de comparecer ao Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), onde cumpria pena por roubo, em regime semi aberto. Já Luiz, que cumpriu pena por roubo, estava em liberdade provisória desde o mês de novembro de 2017, e faz uso de tornozeleira eletrônica.

Organização Criminosa - O titular da especializada declarou que Adriano e Luiz trabalhavam para Luciano da Silva Barbosa, o “L7”, que é filho do narcotraficante José Roberto Fernandes Barbosa, o “Zé Roberto da Compensa”.

“Adriano é integrante de uma organização criminosa que atua no Estado. Os infratores executavam serviços como venda de drogas, a mando de Luciano. Inclusive, eles estão sendo investigados pela equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) por envolvimento em homicídios”, explicou Allemand.

Flagrante - Luiz e Adriano foram conduzidos ao prédio da Derfv, onde foram autuados em flagrante por receptação, uso de documento falso e por posse de arma de fogo de uso restrito. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, os infratores serão levados para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul da cidade.




Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes