Header Ads

YouTube é bloqueado durante um mês no Egito


O tribunal administrativo do Egito decretou que o YouTube estará banido no país durante um mês, devido a um polêmico filme que gerou enorme contestação.

Esta decisão põe fim a um processo que já se arrasta há praticamente seis anos. Em 2012, um filme amador, de 14 minutos, intitulado ‘A Inocência dos Muçulmanos’, dirigido pelo cristão copta Nakoula Basseley Nakoula, egípcio naturalizado norte-americano, levou a grandes manifestações por todo o mundo muçulmano. A razão está na sátira ao profeta Maomé.

Na sequência dos protestos, dirigidos sobretudo contra os Estados Unidos, por não terem impedido o lançamento do filme, 30 pessoas morreram.

Um ano depois do lançamento de ‘A Inocência dos Muçulmanos’, um tribunal egípcio ordenou que o Youtube, que divulgou o filme, fosse encerrado durante um mês. A autoridade reguladora egípcia recorreu da decisão, fazendo com que o caso se arrastasse na justiça durante vários anos.

No passado sábado (26), o impasse finalmente chegou ao fim e o tribunal administrativo, cuja decisão não poderá ser alvo de recurso, decretou que a rede social vai mesmo estar bloqueada no país durante o período de 30 dias.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.