Conectando o Amazonas

Gêmeas siamesas separadas em Goiânia estão em estado gravíssimo

As gêmeas siamesas que passaram por um procedimento para separação em Goiânia (GO) seguem internadas em estado gravíssimo no Hospital Materno Infantil (HMI). Segundo boletim médico divulgado neste domingo (26), as meninas estão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal e respiram com a ajuda de aparelhos.

A mãe das gêmeas, Viviane de Menezes dos Santos, de 30 anos, também continua hospitalizada na Clínica de Ginecologia e Obstetrícia do HMI. Ela e o marido foram de Salvador para Goiânia para realizar o parto, segundo o 'G1'.

Apesar do quadro de saúde da mãe ser estável, assim como as meninas, ela não tem previsão de alta.

Separação

As bebês passaram pela cirurgia de separação na quinta-feira (23), um dia após o nascimento. O procedimento durou 4h30. A operação foi feita em caráter de urgência, pois uma das gêmeas tem um problema cardíaco e precisará passar por outra operação.

A equipe médica do HMI informou que, do ponto de vita técnico, a cirurgia foi concluída com "êxito".

As gêmeas nasceram na manhã de quarta-feira (22) na 37ª semana de gestação, com 4,785 kg. Elas estavam unidas pelo tórax e pelo abdômen e compartilhavam o fígado, que foi dividido na cirurgia de separação.

De acordo com os médicos, as primeiras 48 horas após a operação são cruciais para a recuperação das crianças.



Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes