Conectando o Amazonas

Plataforma digital desperta interesse de alunos pela matemática

O mito de que a matemática é a “vilã” na vida dos estudantes foi deixado de lado pelos 154 alunos do 8º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Professor Themístocles Pinheiro Gadelha, no Jorge Teixeira, zona Leste de Manaus. O segredo da mudança aconteceu após a utilização da plataforma digital Khan Academy, que dispões de 2 mil vídeo-aulas, 300 mil exercícios de matemática e 4 milhões de exercícios, dando ao professor a possibilidade de tornar as aulas mais atrativas, auxiliando no processo de ensino e aprendizagem da disciplina.

A plataforma Khan Academy é utilizada em 110 unidades de ensino da Prefeitura de Manaus, coordenadas pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), que trabalha em parceria com a Fundação Lemann. Atualmente, mais de 16 mil alunos da rede municipal utilizam a plataforma dentro e fora da sala de aula.

Para um dos professores da disciplina, Carmelo Costa, é visível o interesse dos alunos em matemática depois que começaram a utilizar a plataforma. “A gente nota como eles ficam ansiosos para que chegue o dia da aula e o motivo principal é a utilização da plataforma. Esse método exige muito do raciocínio deles, precisam ler bastante para responder as questões, ou não avançam para a próxima etapa”, afirmou o professor.

As aulas acontecem no telecentro da unidade, de acordo com o horário do professor, que geralmente utiliza um tempo de aula. A Khan Academy é dividida em fundamentos da matemática por ano de ensino e possui assuntos como geometria, as quatros operações, raciocínio lógico, que são trabalhados de uma forma bem prática. Isso torna o ensino da disciplina inovador, interessante e fora dos moldes normais de sala de aula.

A aluna Michely dos Santos, 14, tinha muita dificuldade em entender algumas questões. Segundo ela, com o uso da plataforma, o que parecia antes tão difícil entender foi ficando mais fácil e simples. “Eu comecei a ter mais interesse em matemática, sinto que eu melhorei bastante. Hoje eu consigo resolver atividades que antes achava muito difícil. O adolescente é acostumado com o computador e o celular, então pra gente, a aula se torna mais interessante e menos cansativa”, disse Michely.

Já a estudante Esteliane Costa, também de 14 anos, sempre gostou de matemática e com a Khan Academy o gosto pela disciplina só aumentou. “Desde pequena, eu sempre gostei de matemática e com a plataforma só melhorou o meu desempenho. Eu faço todos os exercícios e assisto os vídeos aqui na escola e até em casa”, contou.


Foto: Lton Santos/ Semed


Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes