Conectando o Amazonas

Suicídio entre jovens será um dos temas abordados no Seminário de Educação do Sinepe-AM

Segundo dados do Ministério da Saúde, no Brasil, o suicídio é uma das principais causas de morte entre jovens, ficando atrás da violência e acidente de trânsito. O tema ainda é polêmico, mas a médica psiquiatra Alessandra Pereira defende que falar abertamente sobre o problema é essencial para derrubar tabus. “E o ambiente escolar é perfeito para isso, pois é possível criar um espaço para que os jovens falem sobre seus sentimentos sem se sentirem recriminados”, apontou a especialista, que será uma das palestrantes da oitava edição do Seminário de Educação, promovido pelo Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Privado do Amazonas (Sinepe-AM), que acontece a partir desta terça-feira (14).

Como já aconteceu no passado, por exemplo, com doenças sexualmente transmissíveis ou câncer, a prevenção se tornou bem sucedida quando a população passou a conhecer melhor esses problemas. “Saber quais as principais causas e as formas de ajudar pode ser o primeiro passo para reduzir as taxas de suicídio no país”, disse a médica.

De acordo com Alessandra, os professores e funcionários da escola podem identificar os fatores de risco nos grupos, realizar o acolhimento emocional e fazer com que o aluno encontre um local de compreensão e carinho. Com isso, é possível estabelecer vínculos com os jovens, conhecê-los em profundidade e reconhecer situações que exigem intervenção, como tristeza ou desânimo em sala de aula, levando em consideração o contexto de vida de cada aluno.

Seminário de Educação

O Seminário Sinepe-AM de Educação acontecerá no auditório do Colégio Martha Falcão, localizado na rua Salvador, N° 455, bairro Adrianópolis, e vai abordar diversos temas que vão muito além das paredes da sala de aula. Entre eles, reforma na educação, liderança escolar e novo sistema de avaliação.

Para a presidente do sindicato, Elaine Saldanha, não é apenas a relação entre professor e aluno que interfere nos resultados, mas toda a política educacional merece atenção. “E o momento atual requer novas ferramentas, outros olhares e diferentes maneiras de pensar o ensino e o seminário será uma oportunidade para gestores, professores e pedagogos de instituições de ensino debaterem temas atuais no campo da educação”, destacou.

O evento contará com seis palestras temáticas que irão discutir melhorias da educação no país. No dia 14, às 18h15, acontece a palestra “Finalmente a Ponta entre Educação Básica e Ensino Superior? A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e o Novo Ensino Médio”, que será ministrada pelo professor e coordenador estadual de implementação da BNCC no Amazonas, Antônio Menezes da Costa.

No segundo dia de evento, às 18h, o destaque será a palestra da doutora em educação pela Universidade de São Paulo (USP) e redatora de diretrizes em tecnologias do MEC, Luciana Allan, que vai falar sobre “Como a liderança escolar pode apoiar processos de inovação educacional em busca de uma educação que faça mais sentido para os alunos?”. Em seguida, será a vez da médica psiquiatra, Alessandra Pereira, abordar ‘’O suicídio entre os jovens: Como enfrentar esse problema?’’.

No dia 16, o evento acontece mais cedo, às 14h, com a palestra “BNCC e a Educação Financeira, o que você docente sabe sobre isso?”, que será ministrada pela educadora financeira e assessora pedagógica da DSOP, Vera Lúcia Salgado. Às 15h, “Habilidades Socioemocionais na Escola” será o tema da apresentação da psicóloga e consultora pedagógica do Laboratório Inteligência de Vida, Márcia Frederico. A palestra de encerramento será às 16h15, com a diretora do Avalia Educacional, Isabel Farah Schwartzman, que irá falar sobre “O Novo Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica”.


Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes