Conectando o Amazonas

Ciro Gomes agride, xinga e manda prender repórter em Boa Vista

Um vídeo que circula desde a noite deste sábado nas redes sociais, mostra o candidato à Presidência da República, Ciro Gomes (PDT), agredindo, xingando e mandando prender um repórter que acompanhava sua agenda de campanha em Boa Vista, Roraima. O pedetista ficou irritado com a pergunta do jornalista sobre uma declaração anterior dele à respeito da situação de brasileiros e venezuelanos em Paracaíma.

- O senhor reafirma o que o senhor disse sobre os brasileiros de que tiveram aquela manifestação lá na fronteira, que chamou os brasileiros de canalhas, desumanos e grosseiros?

- Vá pra casa do Romero Jucá, seu filho da p...! Pode tirar isso daqui, esse daqui é do Romero Jucá. Romero Jucá! Romero Jucá! Tira ele, prende ele aí.

Em sua conta pessoal no Facebook, o jornalista agredido, Luiz Nicolas Maciel Petri, disse também ter sido agredido por Ciro Gomes. "Em um ato de covardia, o senhor Ciro Gomes me deu um soco na barriga e me xingou de filho da p...". No relato, ele diz ter ficado sem reação e lamenta que o candidato tenha esse tipo de atitude. O jornalista também negou trabalhar para o senador Romero Jucá, conforme afirmou Ciro Gomes.


A pergunta do jornalista a Ciro Gomes se referia a uma declaração do pedetista dada no mês de agosto durante um evento em São Paulo, quando classificou como "desumanidade” e “canalhice” as agressões de brasileiros a venezuelanos em Paracaima. "Não há nenhuma notícia de desumanidade, de grosseria... Que canalhice, que é o que aconteceu ontem no Brasil. Pela primeira vez na minha vida senti vergonha de ser brasileiro”, disse o candidato.

Até o fechamento desta matéria, um dos vídeos compartilhados no Twitter tinha mais de 74 mil visualizações. Na mesma rede social, o assunto ficou nos Trending Topics do Brasil, com a hashtag #CalaBocaCiro.




Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes