Conectando o Amazonas

David garante que vai fortalecer o PIM e garantir a segurança dos trabalhadores

O candidato ao governo do Estado pela coligação Renova Amazonas, David Almeida (PSB), aproveitou esta segunda-feira (17) para visitar três fábricas do Distrito Industrial. Ele reforçou para empresários e trabalhadores não só a sua mensagem de segurança jurídica do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM), mas, principalmente, o seu compromisso com a infraestrutura do Polo Industrial de Manaus (PIM) e a segurança dos trabalhadores no transporte especial.

Diante das ameaças à segurança jurídica do modelo ZFM, assegurado pela Constituição Federal, David reforçou seu compromisso de ser um facilitador para o desenvolvimento da economia do Amazonas, por meio da consolidação do PIM, com a desburocratização da relação Estado e empresas, a simplificação da legislação tributária e investimento em infraestrutura e logística.

Pela parte da manhã, o candidato visitou a fábrica da I-Sheng Brasil, que produz cabos de dados, cabos de rede e chicotes, além de abastecer empresas de eletroeletrônicos do PIM, dentre elas, a Samsung. Em tom de preocupação, David disse aos dirigentes e funcionários da I-Sheng que condena a postura do atual governo, que afirmou à representantes da Associação Nacional de Fabricantes de Eletroeletrônicos (Eletros) que vai aumentar os tributos e retirar incentivos fiscais das empresas instaladas no PIM.

“O atual governo, em reunião há poucas semanas com dirigentes da Eletros, aqui em Manaus, disse de forma direta que vai revisar a legislação tributária estadual e retirar benefícios dessas empresas. Sou contra essa postura que prioriza o terrorismo fiscal e, como governador, irei fazer exatamente o contrário. Vamos devolver a segurança jurídica às empresas que escolheram o nosso Polo Industrial para gerar emprego e renda no Amazonas”, assegurou.

David frisou que vai oferecer melhores condições para o desenvolvimento econômico do Amazonas, com fortalecimento do PIM, investindo em infraestrutura e logística, para, assim, reduzir o custo amazônico. “As ruas do Distrito Industrial estão abandonadas. É uma vergonha o descaso com que os governantes, há mais de 30 anos, trataram os investidores e os trabalhadores. Se eles não tratam bem o nosso principal motor econômico, como é que eles vão tratar um Estado como o Amazonas”, avaliou.

Em almoço na Samsung e em visita à Tutiplast pela parte da tarde, David destacou que o Distrito Industrial é a principal mola propulsora da economia amazonense, mas o descaso das autoridades com a segurança dos trabalhadores é a prova de que o atual governador, que já governou por três mandatos inteiros, não tem interesse em desenvolver o Estado.

“Vivemos o pior momento da Segurança Pública no Amazonas, um problema que só se agrava e que foi gerado há mais de 30 anos. Todos os dias, pais de famílias saem de suas casas para trabalhar no Distrito Industrial, antes de o sol nascer, e voltam ao fim do dia temendo serem alvos da criminalidade, que faz vítimas na região do Distrito. As linhas de ônibus especiais da nossa indústria sofrem com assaltos todos os dias. Isso tem de acabar”, afirmou David.

Para o desenvolvimento do interior do Estado, David disse aos trabalhadores do distrito que uma das suas metas é transformar o Amazonas em um dos maiores produtores de energia solar do mundo, com painéis solares fabricados no Distrito Industrial. Ele contou que, no ano passado, quando estava governador do Estado, aprovou um projeto de uma das empresas do PIM para a fabricação de painéis solares. "Vamos gerar energia limpa com painéis produzidos no Amazonas", comentou.



Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes