Conectando o Amazonas

Saneamento básico é discutido em reunião com moradores de Mancapuru. No AM só 22% da população tem acesso

No Amazonas, apenas 22% da população do Estado têm acesso à coleta de efluentes, enquanto a taxa de tratamento de esgoto não passa de 19%, segundo a Agência Nacional de Águas (ANA). Gedeão Amorim, deputado federal e candidato à reeleição, ressalta que levar essa pauta para a Câmara Federal é diminuir, também, as ameaças à Saúde Pública. O candidato quer intermediar a ampliação do saneamento básico para o interior do Estado.

A pauta foi levantada durante reunião com moradores da Comunidade Bela Vista, situada no município de Manacapuru (distante 98 quilômetros de Manaus). Segundo a população local, as atividades domésticas muitas vezes são interrompidas pela falta de abastecimento e a água que chega até as casas é completamente insalubre e inadequada para beber ou tomar banho.

Para Gedeão Amorim, investir em saneamento básico é ir além do bem-estar da população é, também, gerar economia para o Estado nos gastos com saúde.

“Propor políticas sérias de saneamento básico é pensar a frente do problema, é prevenir. Quando investimos nesta área, garantimos à população o acesso a um serviço de qualidade, o qual evitará casos de disenteria e tantas outras doenças relacionadas a ausência de um serviço que é básico, evitando assim, gastos com tratamentos de saúde”, afirma o candidato.

Na ocasião, o deputado relembrou sua passagem pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa) do Amazonas e suas experiências com programas que trouxeram melhorias para a saúde na capital e interior. Os moradores da comunidade acreditam que alguém com tanta experiência será um ótimo representante do povo na Câmara Federal.

Marinete Silva, 56, moradora da comunidade, afirma que ficou feliz co m a visita do deputado e diante das propostas viu, Gedeão, como a melhor opção. “Tantos candidatos já passaram por aqui e não fizeram nada por nossa comunidade, com a experiência que ele tem poderá olhar por nós e resolver esse problema”, declarou.

Políticas públicas de saneamento básico

A Comunidade Bela Vista está entre os 22% da população do Amazonas, que não têm acesso à coleta de efluentes e parte dos 45% da população brasileira, que não recebe qualquer tratamento de esgoto.

Diante deste quadro é necessário cobrar, com urgência, recursos para investimentos em obras de saneamento básico que atendam a população da capital e do interior, esta é uma das propostas de Gedeão Amorim para levar à Câmara Federal em seu mandato.

Na Funasa

Quando esteve a frente da Funasa, entre 2013 e 2014, Gedeão Amorim desenvolveu um trabalho eficiente que ampliou o atendimento aos moradores da Zona Rural antes desassistidos. Ele conseguiu beneficiar mais 1.200 famílias com rede de esgoto e água encanada. Gedeão destaca que “o saneamento básico é fundamental na comunidade já que é uma forma preventiva de combater doenças”.

O candidato construiu, também, a Nova Casa de Saúde do Índio (Casai) de Manaus e em sua gestão dezenas de municípios receberam Módulos Domiciliares.



Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes