Conectando o Amazonas

Após empate dramático com o UAI Urquiza e derrota do Cerro Porteño, Iranduba vai às semifinais da Libertadores

Em um jogo dramático, valendo vaga para as semifinais da Copa Libertadores de Futebol Feminino 2018, o Iranduba empatou em 1 a 1 com o UAI Urquiza (Argentina), na noite deste sábado (24/11). A certeza da classificação veio após a partida entre o Flor de Pátria (Venezuela) e o Cerro Porteño (Uruguai), onde o time venezuelano levou a melhor e arrancou um placar de 3 a 0 contra as uruguaias. Os duelos ocorreram na Arena da Amazônia, localizada na Avenida Constantino Nery, bairro Flores, zona centro-sul de Manaus.

A competição é organizado pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) e pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), com o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

O jogo teve um primeiro tempo que não deu pistas do quão emocionante seria o segundo horário que, antes de completar um minuto, em uma saída da goleira Maike em cima de Mariana Gaitán, garantiu um pênalti para as argentinas. Sem delongas, a camisa 11, Mariana Larroquete bateu e gol, 1 a 0. Como em todos os jogos da competição, o Iranduba não se deixou abalar pela vantagem e foi avançando, criando mais jogadas trabalhadas para o gol. Por conta das inúmeras paradas durante a partida, a arbitragem deu oito minutos de acréscimo e a torcida "entrou" em campo aos gritos de “Eu acredito” e “Vamo, vamo, Hulk”, e permaneceu assim até o último minuto.

Mesmo com a força dos torcedores, o Iranduba vivia um momento dramático. A zagueira Adriana se machucou e levou ainda mais tempo da partida. A arbitragem optou por adicionar um minuto, que foi o suficiente para o time da casa. Aos 54 minutos, Ludmila sofreu falta dentro da área e o pênalti foi marcado. Raquel puxou a responsabilidade para si, bateu consciente no canto direito do gol, converteu e deixou a Arena da Amazônia fervendo, 1 a 1. O Hulk, mesmo sabendo que dependia do resultado da partida entre Cerro Porteño e Flor de Pátria, juntou-se e reverenciou a torcida com palmas, o que foi recíproco pelo público, diante do desempenho das atletas em campo.

Sem ter vencido, ainda, nenhuma partida na competição, o Flor de Pátria surpreendeu nesta noite. A equipe, que perdeu na estréia para o próprio Iranduba , classificou o Hulk abrindo no primeiro tempo 2 a 0. O resultado parcial levou os torcedores do time da casa a ficarem atentos no jogo. No segundo tempo, o Flor fez mais um e sacramentou a ida das amazonenses para a próxima fase da libertadores.

Ansiedade - Igor Cearense, técnico do time, acredita que a grande ansiedade das jogadoras continua atrapalhando o elenco nas finalizações. Para ele, a equipe vai usar os próximos dias para acertar esses pontos. “As meninas continuam muito ansiosas e estamos fazendo de tudo para reverter esse quadro. Eu acredito que podemos melhorar, afinal, até a próxima fase, teremos alguns dias extras de trabalho, mas não será fácil. Nós continuamos no erro de criar e não finalizar, como nas últimas rodadas. Estamos tendo a oportunidade de fazer o gol e, infelizmente, o passe final não está entrando. Vamos usar esses dias para acertar isso, que acredito ser culpa da ansiedade”, finalizou.

Destaque - Autora do gol do empate que classificou o time para a semifinal, Raquel destaca que o time deu o seu melhor e a resistência foi quem levou a equipe até o final. “Eu acho que a gente deu o nosso máximo. Não desistimos em nenhum instante. Eu mesma, que perdi um gol, não desisti. Nos deparamos com uma equipe muito forte na marcação. Com a classificação, vamos trabalhar nesses dias para melhorar nossa atuação no próximo desafio”, disse.

Classificação - Em primeiro lugar no grupo C, o Iranduba precisava se manter na posição para permanecer classificado automaticamente para a semifinal, entretanto, o UAI Urquiza atrapalhou um pouco os planos da classificação antecipada. Com o empate, foi necessário esperar a partida entre Cerro Porteño e Flor de Pátria, para confirmar o avanço para a fase seguinte, que aconteceu após a derrota do Cerro por 3 a 0.

As semifinais acontecem na próxima quinta-feira (29/11), na Arena da Amazônia. O Iranduba joga às 18h, contra a equipe classificada do grupo A, que será conhecida neste domingo (25/11). Já às 20h30, será realizada a semifinal entre o classificado do grupo B e o segundo melhor colocado entre os três grupos.








Fotos: Tácio Melo/Sejel



Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes