Conectando o Amazonas

Começam as obras dos Centros Integrados Municipais de Ensino que abrirão 4,8 mil vagas na rede pública

A Prefeitura de Manaus deu início às obras de três Centros Integrados Municipais de Ensino (Cimes), que abrirão 4,8 mil vagas para novos alunos na rede pública municipal de educação. As construções das unidades fazem parte do Projeto de Expansão e Melhoria Educacional da Rede Pública Municipal de Manaus (Proemem), que com recursos obtidos junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), de US$ 52 milhões, pretende entregar 11 complexos educacionais, sendo sete até o final de 2020.

Nesta quarta-feira, 14/11, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, e a secretária municipal de Educação (Semed), Kátia Schweickardt, acompanharam o início das obras em dois dos três lugares escolhidos para abrigar os Cimes, todos na zona Leste da cidade. O primeiro local foi na rua Prímula, Distrito Industrial II. “Esse local não está em uma área privilegiada, mas é daqui que sairão os alunos do Século XXI, com ensino moderno, instalações modernas e propícias às novas tendências de ensino”, disse o prefeito.

Arthur também afirmou que Manaus vem fazendo um grande esforço na área de infraestrutura, mas que está na hora de dar prioridade à infraestrutura da educação. “E isso aqui é um grande passo. Esse é um terreno muito grande e nós vamos ter, se Deus quiser, em 2019, a garotada correndo aqui, bem alimentada, com as melhores instalações. Esse é um sonho que estamos realizando”, avaliou.

Na rua São Pedro, no bairro Jorge Teixeira, também na zona Leste, outro Cime começa a ganhar forma, dando vida ao terceiro pilar da estratégia de educação em Manaus, que é ampliar a rede e aumentar o número de vagas. ”Vamos partir para uma luta insana, muito decidida, para fazermos 11 complexos educacionais. Quando se tem um terreno privilegiado, como esse, podemos juntar o ensino infantil com o fundamental e, aí, a coisa fica realmente bonita. Com isso, estamos dando um grande passo para mais realização social e, futuramente, econômica”, destacou o prefeito Arthur Neto.

Estrutura


Cada um dos Cimes comporta a estrutura de um Centro Municipal de Ensino Infantil (Cmei), com capacidade para atender 400 crianças, e uma Escola Municipal de Ensino Fundamental, que atenderá 1.240, totalizando mais de 1,6 mil novas vagas por complexo educacional.

As áreas dos três Cimes que estão em fase inicial das obras estão localizadas no Jorge Teixeira, Lago Azul e Distrito Industrial 2. Até o final deste ano, terá início a obra de outro centro, que será no bairro Gilberto Mestrinho. As construções estão previstas para serem concluídas até o final de 2019, a fim de que as quatro unidades estejam prontas para o início do Ano Letivo de 2020.

“Nós temos seis terrenos em condições de realizar essas obras. Quatro já licitamos e dois já estamos encaminhando para licitação. Mas, o nosso maior desafio é compatibilizar o projeto original com o que vamos encontrar em condições para executar a obra. Essas escolas que estamos construindo terão salas multiuso, com paredes que se deslocam, uma estrutura voltada para a educação do futuro”, explicou Kátia Schweickardt.

Atualmente, os terrenos estão em fase de terraplanagem, movimentação de terra e serviços preliminares para instalação da obra. Cada Cime terá área total de 9,5 mil metros.

O Proemem foi criado com o objetivo de expandir a cobertura e melhorar a qualidade do ensino na rede municipal de Manaus e é composto por quatro componentes. O primeiro é a expansão da rede, em que estão incluídas as construções dos 11 Cimes. O segundo componente é a melhoria da qualidade da educação; o terceiro compreende a gestão, monitoramento e avaliação; e o quarto é a administração do projeto.


Fotos: Alex Pazuello




Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes